No Big Brother e na vida real, a ansiedade e a angústia "engordam"

Quem acompanha o reality show da Globo está percebendo que as participantes estão com baixa autoestima, sempre reclamando da aparência. A sister Tamires se encontra na pior situação, pois chegou a engordar 5 kg em 40 dias

por Bruna Sales 04/03/2015 13:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Paulo Belote/TV Globo/Divulgação
A baixa autoestima, a ansiedade e a angústia, segundo especialista. podem fazer com que as pessoas comam mais do que precisam, como a sister Tamires, do Big Brother Brasil 15 (foto: Paulo Belote/TV Globo/Divulgação)
O Big Brother Brasil 15 vem ganhando destaque na mídia pela baixa autoestima das participantes do sexo feminino. Um exemplo disso se deu após a prova do líder do dia 26 de fevereiro, que contou com a participação da ex-BBB Grazi Massafera e de modelos convidadas, incluindo Isabeli Fontana, que desfilaram para os brothers. O evento acabou mexendo ainda mais com o psicológico das sisters, que, após a prova, ficaram chorando, reclamando que não se sentiam bonitas.

Além da aparência, o físico também incomoda as participantes. A paulista Tamires é uma das que mais reclamam do ganho de peso dentro do programa, e apesar de poder usufruir da academia que está disponível dentro do reality show, a tensão e a ansiedade de ser confinada e "vigiada" 24 horas já lhe custaram pelo menos 5 kg a mais em 40 dias de programa, segundo o monitoramento da própria Rede Globo.

Aliás, nas festas que acontecem na casa mais vigiada do país, Tamires é uma das primeiras a "atacar" os doces e quitutes que estão à disposição dos participantes nesses momentos especiais.

De acordo com a endocrinologista Adriana Camarano, o stress e a ansiedade do dia a dia podem gerar transtornos alimentares como a compulsão, e em casos mais extremos, podem levar à chamada síndrome do pânico. "A ansiedade diminui a nossa percepção individual de saciedade, o que acaba desregulando a nossa alimentação. Muitas vezes, o sentimento de angústia leva à necessidade de compensação, e a comida se torna um prêmio", explica a especialista.

Ainda segundo Adriana, o primeiro passo para tratar o problema é perceber os excessos cometidos na alimentação, para, então, buscar alternativas para controlar a saciedade. "Para o controle da ansiedade, há que se buscar o autoconhecimento, procurar ter um estilo de vida mais tranquilo, e, se necessário, procurar ajuda especializada", orienta.

Últimas notícias

Comentários