Zoo de BH possui várias espécies ameaçadas de extinção

De acordo com a Fundação Zoo-Botância, 16% dos animais exibidos no zoológico estão correndo risco de desaparecer na natureza

19/03/2015 12:24

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
A onça-pintada é uma das espécies existentes do zoo de BH que constam da lista de ameaça de extinção do Ministério do Meio Ambiente (foto: Pixabay)
O jardim zoológico da Fundação Zoo-Botânica de Belo Horizonte (FZB-BH), que fica na região da Pampulha, possui um acervo de mais de 3 mil animais de 276 espécies, entre aves, répteis, peixes e mamíferos. Deste total, 219 (79%) são da fauna brasileira e as outras 57 (21%) são de animais exóticos. O que chama a atenção é que 46 espécies (16%) estão ameaçadas de extinção, conforme critérios adotados pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), órgão ligado ao Ministério do Meio Ambiente, e também pela União Internacional para a Conservação da Natureza.

Para se ter uma ideia da situação de risco a que estão sujeitos vários animais, em dezembro de 2014 foram publicadas pelo Ministério do Meio Ambiente duas portarias contendo as listas das espécies da fauna brasileira ameaçadas de extinção, e o número chegou a 1.173 espécies.

O ICMBio é responsável pela avaliação do estado de conservação da fauna brasileira, realizando diagnósticos periódicos do risco de extinção das espécies, identificando e localizando as principais ameaças, as áreas importantes para a manutenção e a compatibilidade com atividades antrópicas (ações humanas que impactam a natureza). Tal levantamento ajuda na atualização da Lista Nacional de Espécies Ameaçadas de Extinção, uma exigência do governo brasileiro, que é signatário da Convenção sobre a Diversidade Biológica, tratado mundial da Organização das Nações Unidas assinado por mais de 160 países.

A Fundação Zoo-Botânica de BH atua em conjunto com o ICMBio nos chamados Planos de Ação Nacional para a Conservação de Espécies Ameaçadas. São ações relacionadas aos planos de cativeiro e de educação ambiental das espécies que o jardim zoológico mantém em seu plantel, e que fazem parte da lista de ameaça de extinção, como a onça-pintada, a onça-parda, o papagaio-charão, o papagaio-do-Espírito-Santo, o papagaio-do-peito-roxo, a arara-azul-grande, o mutum-do-sudeste, a ararajuba, o bicudo-verdadeiro, a tiriba-de-cara-suja e alguns primatas.

(com Ascom PBH)

Últimas notícias

Comentários