Segundo pesquisa, mulheres precisam dormir mais que os homens

O estudo americano mostra que se os dois gêneros dormirem menos que o habitual, de manhã, as mulheres acordam com mau humor, enquanto os homens estão calmos

por Da redação com assessorias 30/03/2015 17:06

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
"Quando não têm uma boa noite de sono, as mulheres sofrem mental e fisicamente para manter os hormônios em equilíbrio", diz a consultora de sono Renata Federighi (foto: Pixabay)
Diversos livros, pesquisas, filmes, peças de teatro, dentre outros tratados, já apontaram inúmeras diferenças entre homens e mulheres. Seja nos relacionamentos pessoais ou na vida profissional, todos conhecem uma característica ou outra que faz dos dois gêneros tão diferentes. Uma pesquisa recente, realizada por cientistas da Universidade de Duke, nos Estados Unidos, mostrou que o sexo feminino e masculino também tem padrões diferentes quando o assunto é sono. De acordo com os estudiosos, devido à diferença hormonal, o público feminino precisa de mais horas dormidas para manter o bom humor, se comparado ao sexo oposto.

O estudo analisou os hábitos de sono de 210 pessoas e descobriu que as mulheres que não dormem o suficiente ficam mais hostis e zangadas de manhã em relação aos homens que passaram o mesmo tempo dormindo. "Quando não têm uma boa noite de sono, as mulheres sofrem mental e fisicamente para manter os hormônios em equilíbrio. Portanto, um sono ruim traz consequências mais sérias para a saúde da mulher do que para a do homem", afirma a consultora do sono Renata Federighi, que trabalha na Duoflex. A pesquisa também mostra que as mulheres têm mais propensão a desenvolver doenças cardíacas, depressão e problemas psicológicos que os homens, quando não dormem bem durante um período longo da vida.

Já uma pesquisa realizada pelo Instituto do Sono, em parceria com o departamento de Psicobiologia, da Universidade Federal de São Paulo, mostra porque as mulheres se queixam que demoram mais para dormir, quando os seus parceiros que literalmente "desmaiam" ao se deitar na cama. O estudo contou com 2.365 pacientes do Instituto do Sono, sendo 1.550 homens e 815 mulheres. "Esse estudo apenas comprova que os hormônios, como a progesterona [hormônio feminino], têm papel fundamental nos mecanismos reguladores do sono. Tanto que as mulheres em pós menopausa, por exemplo, apresentaram queda na qualidade e no número de minutos de sono", esclarece Renata.

Além de detectar que as mulheres levam mais tempo para adormecer, o estudo constatou que, por outro lado, elas passam mais horas em sono profundo e reparador. Já os homens, permanecem mais tempo nos estágios iniciais do sono e têm seu repouso noturno prejudicado mais vezes por distúrbios como o ronco e a apneia (interrupção da respiração por um período longo), causados possivelmente por sobrepeso ou disfunções respiratórias e musculares.

Últimas notícias

Comentários