Coçar os olhos pode causar astigmatismo

Esse movimento repetitivo pode causar uma imperfeição na curvatura do olho, que é o sinal do problema, que tem tratamento

por Da redação com assessorias 17/04/2015 12:16

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Neidson moreira/OIMP/D.A Press
De acordo com especialista, o ato de coçar os olhos com força, especialmente em crianças, pode levar à deformação da córnea, e, assim, ao surgimento do astigmatismo (foto: Neidson moreira/OIMP/D.A Press)
O astigmatismo é uma condição muito comum, que pode estar presente ao mesmo tempo que alguns problemas de visão como a miopia. O que muita gente não sabe é que o astigmatismo pode surgir desde a infância, principalmente em crianças que coçam vigorosamente os olhos – geralmente, resultado de alguma alergia preexistente. Nesses casos, é importante que os pais perguntem se os filhos também sentem dificuldade para enxergar, com visão borrada ou distorcida, e se tem dores de cabeça – procurando um médico oftalmologista o quanto antes para diagnosticar e tratar o problema.

"O astigmatismo é uma imperfeição no formato da curvatura da córnea, que é a lente abaulada e transparente que protege a íris [parte colorida do olho] e a pupila, e ainda permite a entrada de luz para a formação das imagens. Enquanto uma córnea normal é arredondada por igual, permitindo focar todos os raios de luz na retina [fundo do olho] e formar imagens nítidas, uma córnea imperfeita não deixará a luz entrar homogeneamente, resultando em distorções e borrões na imagem final. No caso das crianças e adolescentes que coçam demais os olhos, impondo força nas pálpebras, a córnea pode vir a sofrer alterações no formato", diz o oftalmologista Renato Neves, diretor-presidente do Eye Care Hospital de Olhos, em São Paulo.

Neves explica que, geralmente, o astigmatismo é hereditário e costuma estar presente nos casos de miopia (dificuldade para enxergar ao longe) e hipermetropia (dificuldade para enxergar de perto). Mas também é muito comum surgir logo após um acidente ou uma bolada forte nos olhos. Em casos graves de pacientes que sofrem de dermatite, rinite, asma brônquica e febre do feno (reação alérgica ao pólen das plantas), a alteração no formato da córnea pode resultar em ceratocone – com baixa acentuada da acuidade visual.

"O tratamento do astigmatismo consiste, primeiramente, em detectar que parte da curvatura da córnea está causando problemas de visão e seguir com um tratamento personalizado. Isso inclui desde o uso de lentes corretivas até cirurgia. No caso das lentes, podem ser prescritos óculos que vão promover uma compensação na imagem e também podem corrigir miopia e hipermetropia. Mas, o tratamento que corrige mesmo o formato da córnea é a cirurgia refrativa a laser", diz o especialista.

Últimas notícias

Comentários