Pampulha poderá abrigar Memorial Niemeyer

Neta de Oscar Niemeyer confirma intenção de criar um espaço dedicado ao grande mestre da arquitetura brasileira

20/04/2015 10:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Ricardo Stuckert/PR/Divulgação
O renomado brasileiro Oscar Niemeyer, falecido em 2012, poderá ganhar um memorial na Pampulha, que guarda suas primeiras e mais conhecidas obras arquitetônicas (foto: Ricardo Stuckert/PR/Divulgação)
O conjunto modernista da Pampulha, uma das mais belas obras arquitetônicas de Belo Horizonte, já foi confirmado pela Unesco – órgão da Nações UNidas para a educação e cultura – como candidato ao título de Patrimônio da Humanidade. A entidade deverá enviar uma comissão no segundo semestre deste ano à Belo Horizonte para conhecer as instalações do complexo arquitetônico e paisagístico. A decisão final será comunicada em 2016 pelo Comitê do Patrimônio Mundial.

Além disso, a região, construída na década de 1940 pelo carioca Oscar Niemeyer a pedido do então prefeito da capital mineira Juscelino Kubitschek, deverá receber um memorial em homenagem ao artista da arquitetura. Ainda sem data prevista para sua construção, o Memorial Niemeyer poderá ser instalado na Casa do Baile, na Casa Kubitschek ou no Iate Tênis Clube.

A informação foi dada pela neta do famoso arquiteto. "A Pampulha foi o começo da arquitetura de Oscar Niemeyer e da arquitetura brasileira, tal como elas são conhecidas hoje", diz Ana Lúcia Niemeyer, presidente da Fundação Niemeyer. Ela esteve em Belo Horizonte para acompanhar o processo de titulação do complexo arquitetônico da Pampulha como Patrimônio da Humanidade.

O complexo

Composto pela Igreja de São Francisco de Assis, a Casa de Baile, o Iate Tênis Clube, o Cassino (atual Museu de Arte da Pampulha) e a Casa Kubitscheck, o Conjunto Moderno foi inaugurado na região da Pampulha em 1943, durante a gestão de Juscelino Kubitscheck como prefeito de Belo Horizonte e teve como projetista o arquiteto Oscar Niemeyer, que incluiu o paisagismo de Roberto Burle Marx, os painéis de Cândido Portinari e as esculturas de Alfredo Ceschiatti.

(com Portal EBC)

Últimas notícias

Comentários