Calistenia é a nova moda das academias

Criada há mais de 100 anos, a modalidade usa o peso do próprio corpo como "instrumento" de preparo físico

por Da redação com assessorias 01/05/2015 09:21

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
A calistenia é muito comum em escolas, nas aulas de educação física, e usa o peso da própria pessoa para favorecer o fortalecimento do corpo (foto: Pixabay)
Que tal apostar em exercícios que utilizem apenas o peso do corpo como carga? A calistenia, o novo hit dos adeptos da malhação, é feito ao ar livre e promete deixar o corpo em forma. Essa prática, no entanto, não é nova como parece. Com certeza fez parte da vida de muitos estudantes durante as aulas de educação física.
 
A calistenia é uma modalidade que teve seus fundamentos desenvolvidos há mais de um século. Foi criada e fixada pelo médico Lewis e pela Associação Cristã de Moços (ACM) para promover saúde e aptidão física em pessoas que não são atletas. Lewis constatou que uma atividade física de execução simples e com resultados reais poderia ser realizada por qualquer pessoa.

A calistenia, agora, é a "queridinha" das academinas, com forma mais desafiadora e complexa. Um exemplo é a prática chamada 20 Minute (20 minutos). criada pelo americano Brett Hoebel, especialista em fitness e ex-treinador do programa da TV americana Biggest Loser. A modalidade consiste em sequências de 30 a 60 segundos de exercício intenso (próximo ao limite), utilizando apenas o peso do próprio corpo.

O objetivo do 20 Minute é melhorar o condicionamento físico e promover um bom gasto calórico durante e após o treino. Tudo isso em apenas 20 minutos. "A grande vantagem desse programa é a queima de calorias que acontece após os exercícios. Quando o estímulo é realmente de alta intensidade, o corpo demora algumas horas para voltar ao seu estado normal. Durante esse tempo, o metabolismo continua acelerado e, com isso, mais calorias são gastas durante o restante do seu dia", explica o preparador físico Eduardo Neto, diretor técnico da rede Bodytech.

Últimas notícias

Comentários