Vìrus zika chega ao Brasil

Muito parecido com o causador da dengue e da chikungunya, o vírus da febre zika também é transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, por isso causa tanta preocupação nas autoridades brasileiras

01/05/2015 14:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
O mosquito Aedes aegypti já é inimigo público nº 1 no Brasil, por ser responsável pela epidemia de dengue, e, agora, começa a transmitir a febre zika por aqui (foto: Pixabay)
Os surtos de uma doença "misteriosa" na Bahia e na Paraíba já possuem explicação. Mesmo sem a confirmação do Ministério da Saúde, os pesquisadores da Universidade Federal da Bahia identificaram o vírus, que é relacionado à febre zika, que nunca havia sido registrada na América Latina. As suspeitas de que o vírus também se encontra em Pernambuco ainda não foram confirmadas.

O vírus causador da febre zika foi descoberto pelos cientistas em 1947, por meio de uma pesquisa com macacos do gênero rhesus, que vivem nas florestas da Uganda, na África. Já o contágio em humanos se deu pela primeira vez em 1968, na Nigéria. Sua transmissão também se dá pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo responsável pela dengue e pela febre chikungunya – que chegou recentemente ao Brasil, vinda de países da América Central.

A zika é da mesma família dos vírus causadores da dengue, da febre amarela, da West Nile e da encefalite japonesa. Por isso é tão difícil distinguir os sintomas de cada uma delas. "O vírus zika pode ser considerado um patógeno emergente, que se espalhou fora da África e da Ásia pela primeira vez em 2007. Até agora, tem sido uma doença relativamente suave com alcance limitado, mas o seu verdadeiro potencial como um vírus e como um agente de doença é atualmente desconhecida", segundo o texto da enciclopédia livre do portal Finslab.

Principais sintomas da febre zika:

  • Febre entre 37,8°C e 38,5°C

  • Dor nas articulações, principalmente das mãos e pés

  • Dor nos músculos do corpo

  • Dor de cabeça, que se localiza principalmente atrás dos olhos

  • Conjuntivite, que é uma inflamação do olho e que provoca cor avermelhada dos olhos, sensação de picada que leva a lacrimejar, inchaço das pálpebras e secreção amarela

  • Hipersensibilidade nos olhos

  • Manchas vermelhas na pele, que inciam na face e que se podem espalhar pelo corpo e, que podem ser confundidas com sarampo

  • Cansaço físico e mental

Fonte: portal Tua Saúde

Últimas notícias

Comentários