É natural que uma pessoa vire transgênero na terceira idade?

Especialista comenta o caso do ex-atleta americano Bruce Jenner, pai de seis filhos, que assumiu a mudança de gênero aos 65 anos

por Vinícius Andrade 02/06/2015 17:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Reprodução
O ex-atleta olímpico americano Bruce Jenner, aos 65 anos, decide virar mulher, e pediu para ser chamado de Caitlyn (foto: YouTube/Reprodução)

A mudança de sexo ainda é um tabu na sociedade. Quando a transgeneridade envolve pessoas da terceira idade, a polêmica é ainda maior. Em abril deste ano, o ex-atleta olímpico americano Bruce Jenner, de 65 anos, decidiu assumir que se sente como uma mulher e pediu que fosse chamado de Caitlyn. Com seios grandes e traços bem femininos, o padrasto de Kim Kardashian apareceu pela primeira vez como mulher na capa da edição de julho da tradicional revista americana Vanity Fair.

Vencedor de uma medalha de ouro no decatlo nos Jogos Olímpicos de 1976, em Montreal, Jenner tornou-se uma estrela de TV americana depois de encerrar a carreira esportiva. Casado três vezes e pai de seis filhos, o ex-atleta se separou de Kris Jenner, mãe de Kim Kardashian, em 2013, após 22 anos de casamento.

Assista ao vídeo do making of da Vanity Fair:


No Brasil, um caso que também ganhou repercussão foi do cartunista Laerte Coutinho. Aos 57 anos, o artista decidiu que se vestiria apenas de mulher e só frequentaria banheiros femininos. Será que é mais fácil as pessoas assumirem a sexualidade com o passar do tempo?

Daniel Ferreira/CB/D.A Press
Quando o cartunista Laerte Coutinho decidiu assumir ser uma mulher, gerou muita discussão no Brasil (foto: Daniel Ferreira/CB/D.A Press)


Segundo a psicanalista Cristina Drummond, a idade não está relacionada com a decisão de mudança de gênero. "Mesmo sendo mais velhos, os exemplos citados são pessoas da nossa contemporaneidade. Eles encontraram uma chance de assumir a sexualidade. O mundo atual está acolhendo esse tipo de atitude", explica a especialista.

Caso inverso

A mudança de gênero também é discutida na infância. Desde os dois anos de idade, a primeira filha biológica do casal Angelina Jolie e Brad Pitt demonstra comportamentos masculinos. A pedido da própria garota, pediu para ser chamada de John, ao invés de Shiloh, como fora registrada pelos pais.

Recentemente, já com oito anos, a garota compareceu à pré-estreia do filme Invencível, dirigido pela mãe, vestindo um terno masculino, assim como o pai, o avô e os irmãos. A roupa, o corte de cabelo masculino e a troca de nome foram respeitados pelos pais.

Últimas notícias

Comentários