Ministro confirma segunda edição do Fies em 2015

Segundo Renato Janine Ribeiro, será priorizada a formação de professores e os critérios são os mesmos da outra edição

09/06/2015 11:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Valter Campanato/Agência Brasil/Divulgação
Segundo o ministro da Educação, Renato Janine, o programa deverá seguir critérios adotados na primeira edição deste ano (foto: Valter Campanato/Agência Brasil/Divulgação)
O ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, anunciou na noite da segunda-feira, dia 8 de junho, pela página do Facebook, que haverá uma segunda edição do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) este ano. De acordo com o ministro, será priorizada a formação de professores além de cursos da área de saúde e engenharia.

Janine disse que estabelecer prioridades “não significa excluir outros cursos! As prioridades partem do reconhecimento de nossas necessidades mais prementes”.

O programa deverá seguir critérios adotados na primeira edição deste ano, de acordo com o ministro, vai priorizar os cursos com notas 4 e 5 nas avaliações do Ministério da Educação (MEC). As notas vão até 5. Além disso, as regiões Norte e Nordeste “por suas necessidades especiais, serão também priorizadas”, diz a publicação.

A pasta vai anunciar em breve "datas e todos os detalhes, de forma transparente, o que é nosso dever e prazer”. A publicação, feita há pouco menos de uma hora tem mais de 1,3 mil curtidas.

O Fies oferece cobertura da mensalidade de cursos em instituições privadas de ensino superior a juros de 3,4% ao ano. O estudante começa a quitar o financiamento 18 meses após a conclusão do curso. O programa acumula 1,9 milhão de contratos e abrange mais de 1,6 mil instituições. Na primeira edição deste ano, foram firmados 252 mil contratos.

(com Portal EBC)

Últimas notícias

Comentários