Filosofia de vida ou uma espécie de religião?

Você sabe o que é a conscienciologia? Pois é, essa 'ciência' não acredita em Deus e diz que o mundo é formado por energia e consciência

16/06/2015 17:14

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Wp.clicrbs.com.br/Reprodução
O ex-médium Waldo Vieira fundou a conscienciologia, que diz que no mundo só existem dois elementos: energia e consciência (foto: Wp.clicrbs.com.br/Reprodução)
Não se trata de uma religião. Proposta no Brasil em 1994 pelo médico Waldo Vieira, ex-integrante das fileiras do espiritismo – chegou a trabalhar com o médium Chico Xavier –, a conscienciologia é uma "ciência" dedicada ao estudo da consciência (ser, alma, ego, princípio inteligente) e suas diversas formas de manifestação. Ela está fundamentada no princípio de que a evolução da mente depende da própria pessoa, e não de fatores externos.

Sair do corpo, por exemplo, é um fenômeno natural, segundo a linha de pensamento dessa ciência. Ela se baseia na multidimensionalidade. Ou seja, não existe apenas o plano físico, mas também, outras consciências extrafísicas de pessoas que já morreram. "Nosso lema é 'não acredite em nada'. Só existem dois elementos: consciência e energia. É possível melhorar um ambiente ou se proteger dele por meio das boas energias", explica Domingos Savio Ladeira, coordenador da Aracê – Instituição Internacional para a Evolução da Consciência, em Belo Horizonte.

Confira abaixo um vídeo de Waldo Vieira falando sobre o médium José Arigó, que dizia receber o espírito de Dr. Fritz:


A conscienciologia possui 21 instituições especializadas em determinados temas. A Aracê é uma delas e estuda as relações interpessoais – quem somos, de onde viemos e para onde vamos depois da morte. "Seria pequeno pensar que uma pessoa nasceu, cresceu, casou e morreu. Cada um tem uma função na Terra. Antes de nascer, algumas pessoas passam por alguns cursos", comenta Domingos Savio. Esse pensamento é bem semelhante ao do espiritismo fundado pelo educador francês Allan Kardec em meados do século XIX.

Segundo o coordenador da Aracê, o objetivo maior da conscienciologia é o bem-estar da consciência. A corrente admite a possibilidade de mentes mais evoluídas, mas não acredita na existência de um Deus. "Não temos nada contra a religião. Nosso foco é esclarecimento, ao contrário da religião, que é um consolo", defende Domingos.

Últimas notícias

Comentários