Após 100 anos, nota de dólar trará imagem de mulher

Os americanos podem sugerir nomes de notáveis para ocupar a face da nota de US$ 10

19/06/2015 14:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Banknotes.com/Reprodução
O primeiro secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Alexander Hamilton, deixará de estampar as notas de US$ 10 em 2020, para ceder o lugar a uma mulher (foto: Banknotes.com/Reprodução)
O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Jacob Lew, anunciou que "a nova nota de US$ 10, que agora mostra o retrato de Alexander Hamilton, passará a mostrar uma mulher notável". Os americanos que quiserem participar da escolha da nova imagem para a cédula, devem enviar as sugestões no Twitter, usando a hashtag # TheNew10.

Esta será a primeira vez em 100 anos que o rosto de uma mulher estampa uma nota de dólar. As únicas duas mulheres foram retratadas, até agora, foram Martha Washington, esposa do primeiro presidente dos Estados Unidos, e a índia Pocahontas.

A nota de US$ 10, atualmente, apresenta o rosto de Hamilton, que foi um dos pais fundadores dos Estados Unidos, era conselheiro do presidente George Washington e o primeiro secretário do Tesouro.

A senadora americana Jeanne Shaheen parabenizou o secretário do Tesouro e aproveitou para sugerir o nome de Harriet Tubman, uma ex-escrava e que lutou pelas causas abolicionistas no século XIX.

Outras propostas que já surgiram foram da escrava fugitiva e abolicionista Sojourner Truth e de Jeannette Rankin, primeira mulher eleita para o Congresso dos Estados Unidos, em 1916.

Porém, em entrevista ao jornal The New York Times, Jacob Lew informa que a nova nota entrará circulação apenas em 2020, no 100º aniversário da lei deu às mulheres o direito de votar.

(com Agência Télam)

Últimas notícias

Comentários