Cuidado com o consumo excessivo de gordura no inverno

Segundo especialista, o corpo gera a sensação de fome, nos dias frios, mas é preciso ficar esperto para não comer além do necessário

por Da redação com assessorias 24/06/2015 15:03

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
O fondue é um dos principais vilões desta época do ano, já que é rico em gordura e, se consumido em excesso, pode levar ao sobrepeso e a problemas digestivos (foto: Pixabay)
É comum que o cardápio no inverno fique mais recheado de alimentos doces e gordurosos. Isso acontece, principalmente, por conta da baixa temperatura que leva o organismo a exigir mais energia para se aquecer, buscando essa compensação na comida. Porém, é importante ter cuidado com a quantidade e qualidade dos alimentos ingeridos nessa época para evitar o aumento de peso e problemas com a digestão.

"O ser humano precisa de um controle interno para que o corpo fique na temperatura ideal. Como no inverno as temperaturas baixam bastante, existe uma 'pseudo' necessidade de o próprio corpo consumir mais calorias para a manutenção dessa temperatura perfeita, o que gera a fome. Porém, cada indivíduo tem uma reserva de nutrientes e cabe a cada um resistir às tentações", explica a nutricionista Vanderlí Marchiori, especialista em fitoterapia.

Quando há o consumo excessivo, além de fazer mal à saúde, normalmente, as pessoas acabam criando o sentimento de culpa. Entre os alimentos mais ingeridos nesta estação, estão as massas, queijos, pizzas, sanduíches, frituras e fondues. "No inverno, as pessoas costumam comer muito carboidrato e proteína, pois esse tipo de alimento traz a sensação de estar saciado", afirma Vanderlí.

Um dos itens ao qual deve-se prestar mais atenção é o fondue, que, se ingerido em excesso, pode apresentar riscos para o organismo. Este alimento é rico em gorduras, sendo algumas saturadas – consideradas as mais perigosas para o coração –, devido à adição de leite e manteiga, que podem aumentar os níveis de colesterol. Por isso, é muito importante que o consumo de doces e guloseimas seja controlado.

Dicas da nutricionista para não se dar mal no inverno:

  • Opte por sopas de legumes bem quentes, pois dão maior sensação de calor e contêm menos calorias

  • Beba chás mornos ao longo do dia e à noite para afastar a sensação do frio

  • Consuma frutas assadas ou cozidas com mel e canela para compensar a vontade excessiva do doce

  • Sempre que possível, acrescente nos temperos pimentas, açafrão e gengibre, pois possuem ação altamente antioxidante e termogênica, contribuindo para melhor digestão

Últimas notícias

Comentários