Focus, agora, segue padrão global

Ford apresenta ao mercado brasileiro o novo modelo Hatch do Focus, que é o mesmo à venda nos Estados Unidos e na Europa

por Fábio Doyle* 26/06/2015 09:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Wanderley Affonso/Ford/Divulgação
A grande diferença no novo modelo do Ford Focus Hatch é a grade em formato trapezoidal, que acompanha o design usado nos Estados Unidos e na Europa (foto: Wanderley Affonso/Ford/Divulgação)
FORTALEZA – Dois anos após seu último lançamento, a Ford traz agora uma nova e atualizada geração do Focus hatch. Produzido na Argentina, o carro chega agora com todas as mais recentes atualizações por que passou o modelo europeu, lançado naquele mercado há oito meses.

Visualmente, a diferença mais marcante de design é a nova grade em formato trapezoidal, que segue o padrão global de todos os carros da marca. Outro diferencial é o conjunto de tecnologias voltadas para a segurança e conveniência que coloca o Focus como o mais completo e avançado nessa área entre os concorrentes.

Para compensar e amenizar o desapontamento de quem comprou o Focus ano 2014 e 2015, com design antigo, a Ford já abriu um período de pré-venda oferecendo o novo modelo com 15% de desconto. Os preços sugeridos começam em R$ 69.900 para a versão de entrada SE 1.6 e chegam a R$ 95.900 para a top de linha, Titanium Plus 2.0 AT e a validade da oferta é de três meses, a partir de julho. As vendas normais terão início em agosto, informou Oswaldo Ramos, gerente geral de marketing da Ford Brasil.

As novidades em design passam também por detalhes da carroceria e resultaram em melhoria aerodinâmica. Os faróis são novos e as rodas de liga leve têm aro 17. O interior é bem acabado com revestimento em couro a partir da segunda versão, a SE Plus 1.6.

Ford/Divulgação
(foto: Ford/Divulgação)


Entre as novas tecnologias ofertadas, destaca-se o assistente de frenagem autônomo, que evita a colisão traseira em velocidades de 20 km/h e reduz o impacto em até 50 km/h. Há ainda o sistema de estacionamento automático de nova geração, para vagas paralelas e perpendiculares, além dos faróis bi-xenon adaptativos que ajustam a iluminação de acordo com a condição de rodagem. Essas três soluções tecnológicas são oferecidas apenas na versão mais cara do modelo. Toda a linha conta com o recurso AdvanceTrac, uma combinação de funções de segurança, incluindo o controle de estabilidade e tração. Incorpora ainda conectividade e um sistema de acionamento do SAMU em caso de acidente.

Os motores são os mesmos que equipam o modelo que sai de linha: o 1.6 Sigma Flex, de 135/131 cv, com transmissão manual de cinco velocidades, e o 2.0 Direct Flex, de 178/175 cv, com transmissão sequencial de seis velocidades, agora disponível com o sistema de acionamento "paddle shift” atrás do volante. O consumo do da versão com motor 1.6 na uso urbano é de 7,5 km/l com etanol e 10,8 km/l com gasolina. Na estrada esses resultados são de 9,3 km/l e 13,6 km/l. Já com o motor 2.0 o consumo urbano é de 6,7 (etanol) e 9,7 (gasolina) e o consumo na estrada é de 9,2 km/l e 13 km/l, respectivamente, segundo a montadora.

O aprimoramento aerodinâmico e do sistema elétrico contribuem para aumentar a eficiência energética do Novo Focus, explica Ramos. “O seu coeficiente de arrasto foi reduzido para 0,287 Cx (um ganho de 3% comparado ao modelo anterior) e o novo sistema de monitoramento da bateria e o compressor do ar-condicionado de geometria variável ajudam a economizar combustível”, ressalta.

O Ford Focus foi o primeiro carro produzido na América do Sul a conquistar a classificação máxima de 5 estrelas do Latin NCAP. Na nova geração, ele avança ainda mais nesse quesito com tecnologias inéditas na categoria.

Wanderley Affonso/Ford/Divulgação
(foto: Wanderley Affonso/Ford/Divulgação)


O assistente de frenagem autônomo (Active City Stop) é um sistema operado por sensor óptico que monitora continuamente o tráfego à frente e reduz a velocidade do veículo ao detectar uma colisão iminente, operando em até 50 km/h. Nessa situação ele pré-carrega os freios e, se o motorista não tomar nenhuma ação, aciona automaticamente os freios, reduzindo a severidade do impacto ou evitando a colisão.

O sistema AdvanceTrac – item de série em toda a linha Focus – engloba várias funções que ajudam o motorista a manter o controle e a estabilidade do veículo em diferentes condições de rodagem. Além do controle eletrônico de estabilidade e tração, ele traz como novidade o sistema de estabilidade preventivo (ETS), que age preventivamente antes mesmo de o veículo começar a derrapar, acionando os freios.

Também fazem parte do sistema o controle de torque em curvas – que distribui melhor a força do motor nas rodas dianteiras, principalmente em estradas sinuosas –, aviso de pressão baixa dos pneus, assistente de partida em rampas, assistência de frenagem de emergência e luz de emergência em frenagens bruscas.

O Novo Focus Hatch 2016 vem equipado de série com o sistema de conectividade SYNC, com tela colorida de 4,2”, conexão Bluetooth, duas entradas USB, comandos de voz em português para áudio e telefone, sistema AppLink com cinco novos aplicativos e Assistência de Emergência. Esse sistema faz uma ligação automática ao serviço de atendimento médico de urgência 192, SAMU, em caso de acidente com acionamento dos airbags ou corte de combustível.

A versão Titanium vem com o SYNC MyFord Touch, com tela de 8 polegadas, sistema de navegação, comandos de voz para áudio, telefone, navegador e ar-condicionado, câmera de ré e Sony Premium Sound com nove alto-falantes. Tem ainda uma tela multifuncional de 4,2” no painel de instrumentos, que pode ser configurada pelo motorista.

Ford/Divulgação
(foto: Ford/Divulgação)


Por razões estratégicas a Ford decidiu lançar incialmente a versão hatch do Polo atualizada de acordo com o modelo europeu, mas ainda no mês de julho a montadora irá lançar a versão sedã acompanhando essa evolução, informou Ramos.

Versões e preços

O Novo Focus Hatch 2016 parte de R$ 69.900 – o mesmo preço da geração anterior –, só que com mais equipamentos e refinamento. Por esse valor, o modelo de entrada SE 1.6 já vem de série com: rodas de liga leve de 17”, ar-condicionado, sistema AdvanceTrac, freio a disco nas quatro rodas com ABS e EBD, sistema de conectividade SYNC com tela colorida de 4,2”, AppLink e Assistência de Emergência. Faróis de neblina, acendimento automático dos faróis, espelho retrovisor eletrocrômico, sensor de chuva, chave programável MyKey e ar-condicionado também fazem parte do pacote.

Por uma diferença de R$ 2.000, o consumidor pode optar pela versão SE Plus 1.6, que acrescenta: rodas de liga leve 17” exclusivas, airbags laterais, bancos revestidos em couro, sensor de estacionamento traseiro, controle de velocidade de cruzeiro, limitador de velocidade e ar-condicionado automático digital de dupla zona. Esse mesmo pacote com motor 2.0 Direct Flex e transmissão sequencial de seis velocidades sai por R$ 78.900, na versão SE Plus 2.0 AT.

A versão Titanium 2.0 AT, com acabamento Titanium, rodas exclusivas, airbags de cortina, chave com sensor de presença e partida inteligente Ford Power, sistema de conectividade SYNC com MyFord Touch e Sony Premium Sound, custa R$ 86.900. Já a topo de linha Titanium Plus 2.0 AT, com assistente de frenagem autônomo, faróis bi-xenon adaptativos, sistema de estacionamento automático de segunda geração, espelhos com rebatimento elétrico, banco do motorista com ajuste elétrico e teto solar elétrico, fica em R$ 95.900.


* O jornalista viajou a convite da Ford do Brasil

Últimas notícias

Comentários