O que fazer quando um dente quebra?

O atendimento odontológico imediato é um dos fatores determinantes para que se tenha um melhor resultado, segundo especialista

por Da redação com assessorias 29/06/2015 11:25

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
Segundo o especialista, é preciso manter o pedaço do dente quebrado, ou a peça inteira, quando for o caso, para que se tenha melhor resultado (foto: Divulgação)
Apesar do dente ser extremamente forte, ele pode se lascar, fraturar ou quebrar sob algumas circunstâncias, causando dor e desconforto ao paciente. Existem várias formas de fraturá-los: um tombo inesperado, uma pancada em um jogo de futebol e até um alimento duro. O bruxismo (ato de ranger os dentes) também pode provocar fraturas dentais, sendo, inclusive, uma das principais causas do problema. Entretanto, antes de se desesperar, é preciso saber lidar com a situação para que os danos não sejam maiores.

De acordo com o dentista Paulo Coelho Andrade, especialista em implantodontia e odontologia estética, um dente pode quebrar-se parcialmente, sair por inteiro na boca ou até mesmo sofrer intrusão (entrar na gengiva). Em todos os casos, a orientação é procurar imediatamente um dentista para se evitar complicações, como perda total do dente, inflamações ou infecções. "No caso de avulsão total do dente, quanto mais rápido ele for colado ou for tratado o canal após o impacto, mais chances de uma recuperação satisfatória. A demora na procura profissional diminui consideravelmente a chance de sucesso", conta o profissional.

O primeiro passo diante de uma situação de perda parcial ou total do dente é lavá-lo em água corrente, de preferência filtrada (pouca quantidade). O dente jamais deve ser esfregado ou lavado com sabão, pois estas ações retiram uma camada de células vitais que ele possui. "Até o paciente chegar ao dentista, é de extrema importância manter a parte solta hidratada em soro fisiológico [caseiro ou industrializado] ou leite. Na falta de um dos dois, a própria saliva pode ser usada", explica o dentista.

Após o reimplante ou colagem, os dentes fraturados devem passar por um acompanhamento com visitas periódicas ao dentista para verificar se não há complicações tardias, como lesões periapicais (na raiz), infiltração ou alteração da cor. "Para não ter rachaduras, as pessoas devem evitar comidas muito duras e usar protetores bucais, no caso da prática de esportes de contato como futebol ou boxe. A correta oclusão dentária [contato entre os dentes de cima e de baixo] também pode diminuir o risco de fraturas em caso de acidentes", lembra Paulo Andrade.

Acidentes que envolvem choques e rachaduras dentárias são muito comuns, principalmente entre as crianças, que vivem correndo e pulando. O dentista ainda lembra que, caso o dente quebrado não seja recuperado, ainda há soluções para se manter a estética. "Os implantes e faceteamentos são dois procedimentos que garantem dentes tão naturais quanto os de verdade", finaliza o especialista.

Últimas notícias

Comentários