Vídeo com ataque de tubarão-branco chama a atenção

Mesmo com a gaiola de proteção, o peixe parte para cima dos mergulhadores de forma bem agressiva

06/07/2015 12:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Reprodução
Vídeo mostra o impressionante ataque de um grande tubarão-branco contra a gaiola em que estão os mergulhadores (foto: YouTube/Reprodução)
Quem não se lembra do filme Tubarão, lançado em 1975 por Steven Spielberg, e que deixou muita gente com medo de nadar no mar? Exageros à parte, não é estranho prresenciar ataques de tubarões em praias, especialmente no Brasil, nas águas da cidade de Recife, capital de Pernambuco. Apesar de não ter sido gravado no país, um vídeo vem chamando a atenção na internet: um tubarão-branco gigante ataca mergulhadores que se encontram na gaiola de proteção, em praia da África do Sul.

Confira as imagens impressionantes do ataque:


Segundo o site Bio Curiosidades, o grande tubarão-branco ataca por baixo e por trás, pegando a vítima de surpresa. "Para tal, deve aproximar-se depressa e manter a vítima à vista. Seus olhos precisam reagir rapidamente à mudança de luz para que a caçada seja bem-sucedida", diz a informação do portla especializado em biologia.

Por possuírem olhos grandes e sempre abertos, os tubarões são mais suscetíveis à luz do Sol que bate no mar, e, por isso, seguem a lógica do formato da presa. Por isso, surfistas sobre as pranchas podem ser confundidos com grandes tartarugas marinhas. "Como todos os outros tubarões, o grande branco confia em sua gama de sentidos para localizar presas como focas e leões-marinhos. Mas, sua visão é crucial na localização precisa da vítima na superfície, em silhueta contra a luz", explica o Bio Curiosidades.

O site dá dicas para se evitar ataques de tubarões nas praias:

  • Não nadar sozinho. Os tubarões não costumam atacar grupos de pessoas

  • Evitar se banhar ao amanhecer e ao entardecer. Durante essas horas, muitos tubarões costumam ser mais ativos

  • Não entrar na água con feridas de sangue, já que esses peixes possuem um olfato bem sensível

  • Não usar joias brilhantes. A luz que refletem pode parecer muito com as escamas reluzentes de uma possível presa

  • Evitar águas onde há pesca , ou onde sabe-se que há atividade predadora. As gaivotas e outras aves em ação são um bom alarme de perigo

  • Não nadar em águas com algas. Estas atraem os peixes pequenos, que por sua vez atraem os tubarões

  • Não agite muito. Os movimentos erráticos, especialmente com as pernas, podem atrair tubarões

  • Ter precaução próximo a bancos de areia ou quedas bruscas. Estes costumam ser os refúgios favoritos para os tubarões

  • Evitar se banhar com roupa reluzente ou em águas pouco claras para não ser confundido com comida

Últimas notícias

Comentários