Uso de células-tronco do cordão umbilical já é uma realidade

Segundo uma fundação americana, esse material já é utilizado no tratamento de 79 doenças

por Da redação com assessorias 08/07/2015 14:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Gallery.hd.org/Reprodução
As células-tronco retiradas do cordão umbilical, segundo especialista, deverão ser responsáveis pelo tratamento de centenas de doenças no futuro próximo, incluindo algumas degenerativas (foto: Gallery.hd.org/Reprodução)
O sangue do cordão umbilical, rico em células-tronco, apresenta importantes resultados clínicos para o tratamento de algumas doenças. No Brasil, assim como em todo o mundo, centros de pesquisa desenvolvem constantemente estudos de ponta sobre células-tronco, o que nos ajuda a obter bons resultados clínicos. De acordo com dados do Banco de Cordão Umbilical, entre janeiro e abril deste ano, o número de famílias que optaram por coletar e armazenar o sangue do cordão umbilical de seus filhos cresceu 148%, em relação ao mesmo período de 2014.

Segundo a fundação americana Parent's Guide to Cord Blood, as células-tronco são utilizadas para o tratamento de 79 tipos de doenças, sendo que, destas, 36 já se encontram em fase de aplicação em voluntários humanos. Para o hematologista Nelson Tatsui, da Criogênesis, a terapia celular é uma realidade e possui um futuro promissor. "Dentre as principais doenças que utilizam as células-tronco com resultados benéficos, estão a leucemia, a talassemia e os linfomas. Atualmente, existem mais de 250 problemas em estudo para serem tratados com esse material. A expectativa é que pesquisas também comprovem a eficiência do material no controle do diabetes Tipo 1, AIDS, AVC, enfarte e até lesões na coluna e doenças degenerativas, como o mal de Alzheimer", conta o especialista.

Como explica Tatsui, é possível usar células-tronco da medula óssea, do sangue periférico e do cordão umbilical no tratamento de doenças. "Vários tecidos já foram obtidos por meio da cultura de células-tronco, tais como o hepático, o cardíaco, o neuronal e o muscular. Com isso, o sangue de cordão umbilical poderá vir a ser uma fonte inesgotável de recursos biológicos na área de engenharia de tecidos", ressalta o hematologista.

Últimas notícias

Comentários