Pedaço de avião achado no mar pode ser do voo MH370

Segundo informa a CNN, o destroço parece ser de um modelo 777, o mesmo da Malaysia Arilines desaparecido em 2014

30/07/2015 08:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
CNN/Reprodução
O destroço encontrado próximo ao arquipélago de Reunião, território francês, pode ser parte da aeronave da Malaysia Airlines, voo MH370, que desapareceu em março de 2014 (foto: CNN/Reprodução)
Na quarta-feira, dia 29 de julho, autoridades francesas anunciaram a descoberta de um destroço de avião na regiões oeste do oceano Índico, próximo ao arquipélago Reunião, que é território da França. Segundo informações da rede de televisão americana CNN, tudo indica ser um pedaço da asa de um Boeing 777, o mesmo modelo do voo MH370, da Malaysia Airlines, que desapareceu em março de 2014, sem deixar vestígios.

Como informa a CNN, um membro da força aérea francesa adiantou que já estão sendo feitas análises para saber se o destroço tem alguma ligação com o voo desaparecido. Por sua vez, a Boeing, fabricante do modelo 777, diz que começou a investigar a questão já pelas fotos divulgadas.

CNN/Reprodução
Segundo a rede de televisão americana CNN, tudo indica que o destroço encontrado na ilha francesa do oceano Índico faz parte do avião Boeing 777, o mesmo do voo MH370 (foto: CNN/Reprodução)


Mistério

O voo MH370 da Malaysia Airlines levava 239 pessoas, seguia de Kuala Lumpur, na Malásia, para Pequim, capital da China, quando não foi mais registrado nos radares.

Segundo o professor Rogério Botelho Parra, coordenador do curso de engenharia aeronáutica da Fumec, ouvido pela Encontro na ocasião do incidente, existem duas possibilidades para o misterioso sumiço da aeronave: um problema técnico teria despressurizado o avião, e como todos estavam desmaiados, o voo seguiu até o combustível acabar; a segunda opção segue a mesma lógica da primeira, porém, o piloto teria despressurizado a aeronave para cometer suicídio.

Últimas notícias

Comentários