Planta carnívora inédita nas Américas é descoberta em Minas Gerais

Uma foto publicada no Facebook ajudou especialistas a descobrirem a espécie rara que vive na região do Vale do Rio Doce

30/07/2015 11:53

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/Paulo Gonella/Reprodução
A 'orvalhinha', maior planta carnívora do gênero, foi descoberta em Minas, graças a uma imagem publicada no Facebook, e passou a ser oficialmente conhecida como Drosera magnifica (foto: Facebook/Paulo Gonella/Reprodução)
Quando o entusiasta da natureza e orquidófilo mineiro Reginaldo Vasconcelos publicou uma foto tirada no pico Padre Ângelo, próximo à cidade de Conselheiro Pena, no Vale do Rio Doce, em Minas Gerais, não poderia imaginar que estava contribuindo com a ciência e também para dar visibilidade à região. Por meio da imagem, colocada no Facebook há três anos, os biólogos Paulo Gonella e Fernando Rivadavia descobriram que o orquidófilo havia fotografado uma espécie nova e gigante de planta carnívora.

A Drosera magnifica de Minas é a maior do gênero já descoberta nas Américas. Após viajarem até a montanha para catalogar a descoberta, os especialistas, em conjunto com cientistas americanos e alemães, publicaram um artigo na revista científica Phytotaxa.

"Uma das características marcantes dessa espécie é a sua inflorescência em forma de candelabro, com um grande número de flores. Além do caule alongado, que pode ter mais de 1,2 metro de comprimento e que geralmente é prostrado, mas pode se apoiar na vegetação ao redor, crescendo ereto", diz Paulo Gonella, sobre a planta carnívora mineira, em sua conta do Facebook.

Popularmente chamada de "orvalhinha", a drosera atrai insetos com sua cor vermelha reluzente, e, ao tocar nas folhas, a vítima fica presa nas gotículas de visco. Depois, a planta retrai o galho, segurando o alimento, que é digerido lentamente.

Últimas notícias

Comentários