Família encontra US$ 1 milhão em ouro no fundo do mar

As moedas e correntes de ouro foram descobertas na costa da Flórida, onde navios espanhóis naufragaram há 300 anos

por João Paulo Martins 09/08/2015 11:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/1715 Fleet - Queens Jewels LLC/Reprodução
O tesouro descoberto na costa da Flórida, nos Estados Unidos, é composto por 51 moedas de ouro e 12 metros de cordões de ouro, e foi avaliado em R$ 3,5 milhões (foto: Facebook/1715 Fleet - Queens Jewels LLC/Reprodução)
Você já deve ter visto em programas de televisão cenas de caçadores de tesouro amadores usando detectores de metal portáteis para tentar achar algo valioso em diversos terrenos, incluindo praias. Mas, imagine descobrir milhões de reais em ouro de forma inesperada? Isso aconteceu com uma família americana da Flórida, nos Estados Unidos. Eles caçam tesouro de forma amadora há anos, e, em junho de 2015, encontraram nada menos que US$ 1 milhão (ou R$ 3,5 milhões) em moedas e correntes de ouro que pertenciam a uma frota de navios espanhóis que naufragaram no oceano Atlântico em 1715.

De acordo com Brent Brisben, proprietário da 1715 Fleet - Queens Jewels LLC, que detém os direitos desse naufrágio desde 2010, a família Schmitt (os pais Rick e Lisa e o filho Eric) encontrou 51 moedas de ouro com diversas estampas e 12 metros de correntes de ouro trabalhadas manualmente com representação de folhas de oliveira.

Facebook/1715 Fleet - Queens Jewels LLC/Reprodução
O tesouro encontrado pela família Schmitt corresponde ao naufrágio de 11 galeões espanhóis em 1715, que seguiam de Havana a Madri quando foram vitimados por um furacão (foto: Facebook/1715 Fleet - Queens Jewels LLC/Reprodução)


O naufrágio ocorreu há 300 anos, quando uma frota de 11 galeões espanhóis partia de Havana (Cuba), em direção a Madrid (Espanha), e foi atingida por um furacão na costa da Flórida – o tesouro foi encontrado em Fort Pierce, que fica a 210 km ao norte da cidade de Miami.

Segundo com os registros históricos, a frota espanhola levava cerca de US$ 400 milhões em produtos diversos, e, até hoje, já foram recuperados US$ 175 milhões.

Apesar da alegria gerada pela descoberta, Brisben terá de seguir o que prega as leis federal e estadual, e 20% do que foi encontrado deve ser entregue à Flórida, que deixará as peças em exposição num museu, e o restante, será dividido com a família Schmitt.

(com Huffington Post)

Últimas notícias

Comentários