E se a cidade de Minas Tirith fosse real?

Um grupo de arquitetos ingleses criou um crowfunding para arrecadar dinheiro para um projeto que quer dar 'vida' a esse cenário imaginado por J.R.R. Tolkien

17/08/2015 12:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Warner Bros/Reprodução
No terceiro filme da trilogia O Senhor dos Anéis, de J. R. R. Tolkien, a cidade de Minas Tirith é palco da batalha dos Campos do Pelennor (foto: Warner Bros/Reprodução)
Quem acompanhou a saga do hobbit Frodo na trilogia O Senhor dos Anéis, especialmente no último filme, O Retorno do Rei, deve ter ficado impressionado com a bela cidade de Minas Tirith, capital do reino de Gondor. A história imaginada pelo linguista sulafriano J. R. R. Tolkien conquistou milhões de fãs em todo o mundo, e, talvez, esse cenário maravilhoso, uma verdadeira fortaleza toda ornamentada em mármore branco, poderá se tornar realidade.

Isso porque um grupo de arquitetos ingleses, da cidade de Worcester, resolveram criar um projeto para construir em escala real a cidade idealizada por Tolkien e reproduzida em 3D pelo diretor australiano Peter Jackson, nos filmes da saga O Senhor dos Anéis. Para conseguir realizar a façanha, os especialistas criaram um crowfunding que espera arrecadar nada menos que £$ 1,85 bilhão (ou R$ 10 bilhões) em 60 dias (finaliza dia 1º de outubro). Até o momento, fechamento desta matéria, o projeto intitulado Realise Minas Tirith já havia arrecadado cerca de R$ 420 mil.

As contribuições variam de R$ 16,26, que dá direito a ser seguido de volta no Twitter, até valores como R$ 541.900, que, neste caso, dá o título de "lady" ou "lord" ao contribuinte, além de permitir acesso exclusivo a todas as dependências da cidade e facilitar a aquisição de uma casa em Minas Tirith.

Segundo os criadores do projeto, o alto custo da implementação da cidade imaginária se deve a três fatores essenciais: custo da aquisição do terreno (R$ 81 milhões); mão de obra (R$ 1 bilhão); e o material necessário (R$ 7,5 bilhões). Eles dizem que, após a construção, o local deve funcionar como mais um importante ponto turístico do Reino Unido.

Últimas notícias

Comentários