Dicionário Michaelis muda definição de casamento após petição online

Mais de 3 mil pessoas ajudaram a trazer um sentido mais amplo para a palavra que, anteriormente, significava apenas a união entre homem e mulher

19/08/2015 11:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
TV Brasil/Reprodução
A petição online pela mudança do dicionário Michaelis contou com a participação de 3 mil pessoas, e deu o resultado esperado (foto: TV Brasil/Reprodução)
A palavra que abrange as uniões homoafetivas no tradicional dicionário Michaelis passou a ter uma nova definição, após um abaixo-assinado online com mais de 3 mil "assinaturas", originado no site Change.org. O autor da proposta de mudança é o funcionário da secretaria municipal de Direitos Humanos e Cidadania de São Paulo, Eduardo Santarelo. Ele está numa união estável com outro homem há 3 anos. Quando consultou esse dicionário, que costuma usar em seu ambiente de trabalho, encontrou uma definição para casamento que não corresponde à sua realidade e a de tantas outras pessoas no Brasil.

O Michaelis, um dos mais conhecidos compêndios de verbetes da língua portuguesa, define casamento como "união legítima de homem e mulher". Insatisfeito com essa situação, Eduardo criou uma petição na maior rede social, solicitando à editora Melhoramentos, responsável pelo dicionário, que repensasse a definição do termo. "Quando uma criança for consultar o dicionário, será um lugar a menos que a influenciará caso ela venha a ter preconceito", afirma Santarelo, em entrevista à TV Brasil.

Segundo Egon Rangel, professor de linguística da PUC-SP, o dicionário precisa acompanhar a evolução da língua e o sentido que cada palavra toma, dependendo do uso que se faz dela nos diferentes contextos históricos.

Michaelis.uol.com.br/Reprodução
As versões online do Michaelis já trazem a nova definição do verbete 'casamento' (foto: Michaelis.uol.com.br/Reprodução)


Em resposta à petição no Change.org, Berno Lerner, superintendente da editora Melhoramentos, agradece o "alerta" feito pelos organizadores e signatários do pedido, e diz que a alteração do verbete está programada. "Solicitamos aos nossos dicionaristas uma nova redação do verbete. Nas reimpressões e novas edições, ele será corrigido. As próximas edições já devem trazer o verbete 'casamento' atualizado", informa Lerner. Na versão online do Michaelis, a nova definição da palavra já está valendo, e mudou para "ato solene de união entre duas pessoas".

(com TV Brasil)

Últimas notícias

Comentários