Avião da British Airways pega fogo no aeroporto de Las Vegas

Todos os passageiros e tripulantes conseguiram ser salvos, mas o incidente deixou duas pistas do movimentado aeroporto americano fechadas por mais de duas horas

por João Paulo Martins 09/09/2015 13:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Reprodução
Ao menos 50 bombeiros foram mobilizados para apagar o incêndio do Boeing 777-200, da British Airways, que pegou fogo no aeroporto de Las Vegas (EUA) (foto: YouTube/Reprodução)
Se você tem medo de voar, imagine estar sentado na poltrona, aguardando o voo, e ao olhar pela janela, ver uma aeronave pegando fogo no mesmo aeroporto? Essa imagem assustadora foi testemunhada por várias pessoas no aeroporto internacional McCarran, em Las Vegas, nos Estados Unidos. Um avião da Boeing, modelo 777-200, pertencente à British Arways, pegou fogo pouco antes de decolar na tarde de terça, dia 8 de setembro.

Assista abaixo a um vídeo com o flagrante do momento em que a aeronave estava sendo parcialmente consumida pelas chamas:


Segundo testemunhas, o incêndio teria começado em uma das turbinas, e logo o avião ficou cercado pela fumaça preta e pelas labaredas. O fogo fez com que todos os 159 passageiros e 13 tripulantes tivessem de deixar o voo 2276 pelas rampas infláveis de emergência. A assessoria do aeroporto informou que não houve vítimas e apenas 14 pessoas tiveram ferimentos leves, durante o procedimento de fuga.

O avião da British Airways seguiria para o aeroporto de Gatwick, que fica próximo a Londres, na Inglaterra. A empresa ainda não se pronunciou sobre o incidente, mas, em resposta ao portal de notícias The Huffington Post, a porta-voz Caroline Titmuss diz apenas que a "segurança é nossa prioridade. Estamos cuidando dos passageiros". Segundo a funcionária, a British Airways ainda fará um pronunciamento oficial sobre o caso.

Das quatro pistas do aeroporto de Las Vegas, duas ficaram fechadas por mais de duas horas devido ao fogo na aeronave. Voos também tiveram de ser cancelados enquanto 50 bombeiros realizavam o combate ao incêndio.

O Boeing 777-200 é conhecido pelas empresas aéreas por ter uma ótima eficiência no consumo de combustível, especialmente para viagens de longa duração. Porém, em 21 anos de atividades, o modelo da empresa americana já se envolveu em dois acidentes fatais. Um ocorreu em julho de 2013, com a morte de três passageiros do voo Asiana Airlines, que caiu durante o pouso no aeroporto internacional de São Francisco. Já no ano passado, um avião 777-200 da Malaysia Airlines que sumiu pouco depois de decolar, e teria, portanto, vitimado 239 passageiros e tripulantes.

Últimas notícias

Comentários