Lente de contato faz americano ficar cego

Ele dormiu com as lentes e isso acabou gerando uma infecção bacteriana que levou à perda da visão. Entenda os cuidados que se deve ter com esse acessório

por Vinícius Andrade 10/09/2015 18:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Cincinnati Eye Institute/Reprodução
Não faça como o americano Chad Groeschen, que dormiu com as lentes de contato, e acabou perdendo a visão do olho esquerdo (foto: Cincinnati Eye Institute/Reprodução)
A lente de contato é um importante recurso para a correção de problemas na vista, mas, se não for usada da maneira correta, pode acarretar em problemas graves, incluindo a cegueira. Foi o que aconteceu com o norte-americano Chad Groeschen, que mora no estado de Ohio. Ele dormiu com as lentes de contato e amanheceu com a visão no olho esquerda borrada. Pouco depois, perdeu totalmente a capacidade de enxergar.

Segundo os médicos, o fato aconteceu devido a bactérias que se instalaram na lente. O caso do americano pode ser considerado um exemplo mais grave, mas a falta de cuidado com a lente é prática comum entre os usuários. O objeto deve ser higienizado antes e depois do uso. Isso evita que microorganismos externos entrem em contato com o olho e provoquem infecções. É importante também lavar as mãos com água e sabão antes de manusear as lentes.

Oftalmologistas advertem que nunca deve ser reutilizada a solução que ficou no estojo após as lentes serem colocadas nos olhos. O ideal é usar uma nova quandidade do líquido de limpeza a cada armazenamento.

Números preocupantes

De acordo com Luiz Carlos Molinari, diretor de Oftalmologia da Associação Medica de Minas Gerais, o mau uso da lente de contato constitui um problema de saúde pública frequentemente ignorado. "Durante os últimos 40 anos, a incidência de ceratite microbiana [inflamação da córnea] aumentou 435%. Este número está diretamente relacionado ao uso de lentes de contato", afirma o especialista.

O oftalmologista ainda destaca que a infecções corneanas deixa metade dos pacientes com a visão abaixo de 76,5% da capacidade visual normal, podendo até levar à cegueira. "A inobservância da orientação médica e a contaminação das lentes de contato, dos seus estojos e dos produtos de manutenção, são fatores de risco de alterações da flora conjuntival", alerta Luiz Carlos Molinari.

Eyedoctorjackson-mo.com/Reprodução
(foto: Eyedoctorjackson-mo.com/Reprodução)


Confira abaixo algumas dicas do especialista:

  • Sempre lave e seque suas mãos antes de manipular as lentes de contato

  • Limpe as lentes cuidadosa e periodicamente, conforme recomendação do oftalmologista. Se necessario, friccione a lente de contato com o dedo e enxágue cuidadosamente antes de deixá-la, durante a noite, mergulhada na solução específica, na quantidade suficiente para cobri-la completamente

  • A solução para lentes de contato deve ser trocada de acordo com as recomendações do fabricante, mesmo se as lentes não forem usadas diariamente

  • Não ache que qualquer solução serve para suas lentes. Use apenas produtos recomendados por seu oftalmologista para limpeza e desinfecção das lentes. Solução salina e colírio umidificante não servem para limpar e desinfetar lentes de contato

  • Limpe diariamente o estojo das lentes. Remova a solução e enxágue com solução nova. Não use água corrente para enxaguar o estojo, pois isso poderia expor seus olhos a infecções. Mantenha o estojo aberto e seco entre as limpezas

  • Guarde as lentes no estojo apropriado e o troque pelo menos a cada três meses

  • Às veze,s partículas, como maquiagem, podem prender na lente. Quando isso acontecer, umedeça seus dedos com a solução para lentes de contato e tente remover o material esfregando com cuidado. Limpe e enxágue normalmente

  • Sempre siga o programa de substituição das lentes recomendado pelo seu oftalmologista, e consulte seu médico periodicamente para exame dos olhos e das lentes

Últimas notícias

Comentários