Sabia que existem ao menos 50 vampiros em Nova Orleans?

Ao contrário do que é retratado no cinema ou nas histórias, esses 'seres', na verdade, são pessoas normais que dizem ter uma condição rara que os fazem beber sangue humano ou animal

por João Paulo Martins 30/10/2015 13:45

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Reprodução
Os vampiros de verdade que existem nos Estados Unidos, segundo um estudo, não são como os da ficção, que atacam as pessoas e vivem no escuro (foto: YouTube/Reprodução)
Esqueça o famoso livro Drácula, do escritor irlandês Bram Stoker. Os vampiros retratados nas histórias não se equiparam aos da realidade. Sim, esses "seres" existem. Segundo um estudo feito nos Estados Unidos, apenas na cidade de Nova Orleans foram encontrados ao menos 50 vampiros. Mas, ao contrário do que se pensa, eles não são monstros que vagam pela noite, e sim, pessoas normais que dizem ter um problema de saúde que os fazem beber sangue, seja humano, seja animal.

Essa informação consta do trabalho de doutorado de John Edgar Browning, estudante da Universidade do Estado da Lousiana. Em entrevista ao jornal Washington Post, ele explica que o termo "vampiro" possui uma conotação ruim e as pessoas que se alimentam de sangue seriam "comuns e legais". O doutorando diz ainda ter encontrado vários deles na cidade de Nova Orleans, especialmente no bairro francês e, todos, teriam sido "bem amigáveis".

Essa cidade americana já é famosa pelas histórias envolvendo o vodu (religião africana que se misturou à cultura local), e quando se trata de vampiros, não fica além: possui até uma associação oficial.

Se você achou estranho o número de pessoas que se alimentam de sangue apenas em Nova Orleans, que tal saber que nos Estados Unidos existem cerca de 5 mil vampiros de verdade? Esse foi o resultado de uma pesquisa feita pela Atlanta Vampire Alliance (Aliança dos Vampiros de Atlanta).

Últimas notícias

Comentários