KBA vai investigar outras montadoras que podem ter alterado motores a diesel

A Autoridade Federal de Transportes Motorizados da Alemanha pretende investigar 50 modelos de empresas europeias, americanas e asiáticas

por João Paulo Martins 11/11/2015 13:22

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Fiat/Divulgação
O modelo Alfa Romeo Guilietta está na nova lista de investigação da Autoridade Federal de Transportes Motorizados sobre motores a diesel alterados (foto: Fiat/Divulgação)
De acordo com uma notícia publicada pela Reuters na segunda, dia 9 de novembro, a Autoridade Federal de Transportes Motorizados (KBA) da Alemanha decidiu estender a investigação sobre fraudes em motores a diesel para outras 23 marcas de automóveis, pertencentes a montadoras europeias, americanas e asiáticas.

Ao todo, serão feitos testes sobre a suposta manipulação da emissão de óxido de nitrogênio em 50 modelos cujos motores funcionam com diesel como combustível. Como mostra a Reuters, a KBA tomou essa decisão de ampliar a investigação após a Volkswagen ter reconhecido a falha no software de controle de poluição em seus carros com a tecnologia TDI.

Confira uma lista dos modelos que podem estar emitindo mais poluentes do que o permitido pelos ógãos de controle ambiental, segundo a KBA: BMW 3 Series, 5 Series, Mini Daimler Mercedes C-Class, CLS, Sprinter, V-Class, Daimler Smart Fortwo, Alfa Romeo Guilietta, Fiat Panda, Jeep Cherokee, Ford Focus, C-Max Geely, Volvo V60, Opel Astra, Insignia, Zafira, Chevrolet Cruze, Honda HR-V, Hyundai iX35, i20, Land Rover Evoque ROVER, Mazda 6, Mitsubishi ASX, Nissan Navara, Peugeot 308, Renault Dacia engine type SD, Renault Kadjar, Toyota Auris, Audi A6, A3, Porsche Macan, Golf Beetle, Passat, Touran, Touareg, Golf SportsVan, Polo, Crafter e Amarok.

Últimas notícias

Comentários