Segundo a Nasa, a maior lua de Marte está 'sumindo' aos poucos

Phobos está sendo 'consumida' pela gravidade do Planeta Vermelho

por João Paulo Martins 12/11/2015 12:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Nasa.gov/Reprodução
Segundo a Nasa, as ranhuras na superfície de Phobos provam que a maior lua de Marte está sendo 'consumida' aos poucos (foto: Nasa.gov/Reprodução)
Sabia que a maior lua de Marte, chamada de Phobos, vem diminuindo ao longo do tempo? Segundo informa a Nasa, ranhuras na superfície do satélite natural do Planeta Vermelho são a prova de sua decadência. Essas marcas são resultado das forças em forma de "maré" criadas pela gravidade de Marte, e que "corroem" a superfície do satélite.

Phobos orbita o Planeta Vermelho assim como a Lua orbita a Terra. A diferença é que o satélite natural marciano está muito mais perto de seu planeta do que qualquer outro em nosso sistema solar, e, para piorar, ele tende a ficar ainda mais próximo de Marte.

Anteriormente, os cientistas da Nasa acreditavam que Phobos fosse sólido o bastante para resistir à pressão gerada pela gravidade marciana, mas, agora, essa teoria se mostra incorreta.

A verdade é que Marte está destruindo sua própria lua e, segundo estimativa dos astrônomos, a terá destruido totalmente daqui a 30 milhões de anos.

(com The Huffington Post)

Últimas notícias

Comentários