Ácido retinoico pode reverter danos provocados pelo enfizema pulmonar

Pesquisa pode ajudar fumantes e pessoas que trabalham em áreas insalubres para os pulmões

por Encontro Digital 11/01/2016 12:12

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
O tabagismo é um dos grandes causadores de enfizema pulmonar e de câncer no pulmão (foto: Pixabay)
Em busca da cura do enfisema pulmonar, pesquisadores britânicos descobriram que o ácido retinoico, um derivado da vitamina A, reverteu os danos dos alvéolos pulmonares em ratos. Por enquanto, a doença não tem cura e causa danos progressivos ao pulmão, até matar.

O enfisema normalmente afeta pessoas mais velhas. Em geral, a doença é o resultado de danos constantes e de muitos anos de tabagismo. Pessoas que trabalham em indústrias, como a de mineração, também têm grandes chances de ter enfisema. A doença pode começar com uma leve falta de ar, mas, com o tempo, pode levar à dependente de oxigênio.

Isso acontece quando os pequenos alvéolos do pulmão, por meio dos quais o oxigênio é absorvido e levado à corrente sanguínea, perdem sua elasticidade natural. Isso significa que o ar que deveria entrar na corrente sanguínea volta para os pulmões, impedindo a respiração normal.

Comum em cosméticos

O ácido retinoico ou retinol é muito usado em produtos de beleza no combate ao envelhecimento da pele. Normalmente, essa substância ajuda a tratar rugas finas, hiperpigmentação, manchas, sardas, aspereza, e irregularidades na textura pele.

O retinol ajuda a reparar os danos provocados pela radiação ultravioleta do sol, estimulando a produção de colágeno.

(com Agência Brasil e BBC Brasil)

Últimas notícias

Comentários