MEC diz que não distribui livro de educação sexual citado por Jair Bolsonaro

O deputado está causando discussão nas redes sociais por acusar o governo de incentivar a sexualidade de forma precoce nas crianças

por Encontro Digital 14/01/2016 10:05

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Reprodução
O deputado Jair Bolsonaro publicou um vídeo no Facebook alegando que o governo brasileiro estaria induzindo as crianças à sexualidade por meio de um livro (foto: YouTube/Reprodução)
O Ministério da Educação (MEC) emitiu uma nota para informar que não produziu e nem adquiriu ou distribuiu o livro Aparelho Sexual e Cia, que consta do vídeo do deputado federal Jair Bolsonaro, que circula em redes sociais, e que seria inadequado para as crianças e jovens brasileiros.

O MEC afirma ainda que não há qualquer vinculação entre o ministério e o livro, já que a obra tampouco consta dos programas de distribuição de materiais didáticos levados a cabo pela pasta.

O vídeo do polêmico deputado está gerando discussão nas redes sociais, ainda mais porque o parlamentar sustenta que o governo distribuiu o material e, assim, estaria "estimulando precocemente as crianças a se interessarem por sexo".

Confira abaixo o polêmico vídeo:


Segundo o Ministério da Educação, o livro em questão é uma publicação da editora Cia das Letras. A empresa responsável pelo título informa, em seu catálogo, que a obra já vendeu 1,5 milhão de exemplares em todo o mundo, e foi publicada em 10 idiomas.

As informações equivocadas presentes no vídeo, inclusive, repetem questão que tinha sido esclarecida anos atrás. Em 2013, o Ministério da Educação já havia respondido oficialmente à imprensa que "a informação sobre a suposta recomendação é equivocada e que o livro não consta no Programa Nacional do Livro Didático e no Programa Nacional Biblioteca da Escola".

(com Portal EBC)

Últimas notícias

Comentários