Anvisa proíbe venda de nimesulida de laboratório paranaense

A proibição se deve a alterações feitas no produto, sem consentimento da agência

por Encontro Digital 14/01/2016 16:17

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
(foto: Pixabay)
De acordo com uma resolução publicada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), nesta quinta, dia 14 de janeiro, no Diário Oficial da União, está proibida a venda, produção e distribuição de todos os lotes do anti-inflamatório nimesulida, fabricado pelo laboratório Prati Donaduzzi, que fica no Paraná.

Além da nimesulida, o Prati Donaduzzi também teve dois outros remédios banidos: estolato de eritromicina 50 mg/mL (antibiótico oral) e diclofenaco sódico 50 mg (comprimido).

Segundo a agência, o problema encontrado nos produtos do laboratório paranaense diz respeito à alteração do processo de produção dos medicamentos, que não foi comunicada previamente à Anvisa.

A empresa é obrigada a recolher todos os lotes que estejam distribuídos no país.

Últimas notícias

Comentários