Enfermeira inglesa emagrece 30 quilos com dieta em que come mais

Ela não mudou a rotina das refeições, apenas a qualidade dos ingredientes

por João Paulo Martins 28/01/2016 16:34

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Reprodução
Veja o antes, durante e depois da jovem enfermeira Megan McGee, que perdeu 30 quilos com dieta em que fazia mais refeições (foto: YouTube/Reprodução)
Quem vê a enfermeira Megan McGee, de 25 anos, hoje, não imagina que ela já teve muita vergonha do próprio corpo. Isso porque a inglesa, que vive no condado de Middlesex, pesava 107 quilos e sempre se sentia a mais gorda entre todas as colegas. "Aqueles que andavam comigo provavelmente achavam que eu era feliz, mas, um sorriso pode esconder muita coisa. Eu costumava ter um sorriso largo e o usava para me esconder por trás dele. Na verdade, eu era uma pessoa profundamente triste e não tinha valor próprio ou auto-estima", conta McGee ao portal de dietas Slimming World. Hoje, após uma dieta em que aumentou as refeições diárias, acabou perdendo nada menos que 30 quilos.

A jovem conta que além do hábito ruim de comer muito em casa, o fim de um relacionamento a fez "curar" a mágoa com alimentos nada saudáveis. "Eu percebi que acabaria me tornando a 'amiga gorda'. Eu não queria mais sair de casa. Odiava minha aparência e quando ia comprar roupas, saía chorando", diz a enfermeira ao Slimming World.

A dieta de Megan McGee compreendia a seguinte sequência de refeições durante um dia: de manhã, tomava uma xícara de café, às vezes com um croissant de chocolate, e, pouco depois, outra xícara de café; no almoço, que costumava ignorar, comia sanduíche, batatas fritas e uma barra de chocolate; no meio da tarde, comia outra barra de chocolate, batatas fritas, biscoitos ou uma fatia de bolo; no jantar, grandes porções da "comida da mamãe", ou kebabs, comida chinesa, indiana ou pizza; e ainda de noite, comia chocolate, batatas fritas, biscoitos ou bolo.

Para emagrecer, a jovem enfermeira entrou para um grupo de dieta, e passou a comer mais do que antes, porém, de uma maneira saudável. Ela substituiu os ingredientes. As carnes passaram a ser magras e os molhos, naturais, fabricados em casa. Com isso, a nova dieta de McGee passou a ser a seguinte: no café da manhã, cereal integral com leite desnatado e frutas picadas, ou mingau com frutas frescas; no meio da manhã, iogurte sem gordura ou uma fruta; no almoço, batata recheada com atum e milho ou feijão com queijo, com salada; no meio da tarde, palitos de cenoura, iogurte sem gordura, pedaço de fruta ou alguma quiche caseira; no jantar, chili caseiro com carne e legumes, arroz cozido e salada, seguido de geleia sem açúcar e frutas; no meio da noite, dois pedaços de Kit Kat com uma xícara de chá.

Em apenas um mês, os resultados já eram visíveis. Mas, para alcançar o resultado, foi preciso pouco mais de um ano. "Quando perdi peso, comecei a ser mais ativa. Passei a jogar vôlei e fazer aulas de zumba e body pump na academia de ginástica", afirma a jovem enfermeira, que conquistou o título de Slimming World's Miss Slinky 2016 (espécie de "Miss Emagrecimento").

Últimas notícias

Comentários