Casa de apenas 95 m² ganha prêmio internacional de arquitetura

Quem olha a fachada do imóvel, não imagina como ela é muito bem projetada

por João Paulo Martins 18/02/2016 08:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pedro Kok/Terra e Tuma Arquitetos/Reprodução
Ao olhar essa casa que fica na Vila Matilde, em São Paulo, você acredita que ela conquistou um prêmio internacional de arquitetura? (foto: Pedro Kok/Terra e Tuma Arquitetos/Reprodução)
Quando se fala em premiação internacional na área de arquitetura, logo se pensa em grandes arranha-céus, monumentos, museus (como o do Amanhã, no Rio de Janeiro) ou mansões espetaculares. Mas, uma casa no bairro Vila Matilde, na zona leste de São Paulo, acaba de mudar essa lógica. Com apenas 95 m², ela conquistou o prêmio internacional Building of the Year 2016, na categoria residência, concorrendo com milhares de projetos do mundo todo.

O trabalho de construção do imóvel em São Paulo ficou por conta do escritório Terra e Tuma Arquitetos. Segundo o site da empresa, tudo começou quando um rapaz sondou o escritório, dizendo que queria presentear a mãe com uma casa, que não fosse muito cara, pois ela estava morando de aluguel. As obras se iniciaram em 2014 e ficaram prontas em apenas seis meses. "A casa nova precisava ser construída o mais rápido possível, caso contrário o aluguel consumiria os seus recursos por completo. Utilizamos nossas recentes experiências com estrutura e blocos aparentes, para viabilizar uma obra de baixo custo, com maior controle e agilidade", diz o texto sobre o projeto no site do Terra e Tuma Arquitetos.

Num terreno de 4,8 m de largura por 25 m de profundidade, os profissionais de arquitetura, engenharia e paisagismo conseguiram projetar um imóvel com dois quartos (sendo uma suíte), cozinha, sala de TV e de jantar, garagem, jardim vertical e laje com espaço para uma pequena horta. Na parte central da casa existe ainda um pátio, com a função de iluminar e ventilar os cômodos. Segundo informações da revista Exame, foram gastos R$ 150 mil no projeto. Para se ter uma ideia, o preço médio de um imóvel em Belo Horizonte, segundo o portal Agente Imóvel, chega a R$ 671.768.

Em entrevista à Exame, o arquiteto Pedro Tuma, um dos responsáveis pela obra, diz que receber um prêmio tão importante como esse mostra que a "arquitetura é, sim, para todos, e que não é preciso muito dinheiro para se fazer um bom projeto".

Últimas notícias

Comentários