Japonês passa dois anos cultivando milhares de flores para deixar a esposa feliz

A atitude nobre do marido acabou virando atração turística na cidade japonesa de Shintomi

por João Paulo Martins 18/02/2016 10:17

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/yoshiyuki.matsumoto.58/Reprodução
Impossível não se impressionar com a exuberância do jardim rosa criado pelo japonês Toshiyuki Kuroki para alegrar a esposa Yasuko (foto: Facebook/yoshiyuki.matsumoto.58/Reprodução)
Quem visita a cidade de Shintomi, na ilha de Kyushu, no sul do Japão, fica maravilhado com um lindo "carpete" de 600 m² formado pelas flores shibazakura, típicas desse país asiático. A exuberância dos tons de rosa emitidos pelo jardim atrai cerca de 7 mil pessoas à pequena cidade, todos os anos, entre março e abril, época em que as flores começam a desabrochar. Mas, esse "atrativo turístico" não foi obra da natureza, nem faz parte de uma iniciativa pública. Na verdade, é o reflexo do amor incondicional de um marido pela esposa.

Os japoneses Toshiyuki e Yasuko Kuroki se casaram em 1956. Como mostra a reportagem do portal de notícias japonês Rocket News 24, eles levavam uma vida tranquila no campo, criando 60 vacas e cuidando de dois filhos. Porém, quando completaram 30 anos de união, Yasuko passou por um grande trauma: perdeu totalmente a visão devido ao diabetes. Ela ficou extremamente abatida com o ocorrido, já que havia planejado uma grande viagem com o marido, e não mais poderia levar a cabo esse sonho. Isso fez com que a japonesa se tornasse reclusa e passasse a sofrer de depressão.

Toshiyuki Kuroki não suportava ver a mudança de expressão da mulher que tanto amava. Segundo o Rocket News 24, um dia, quando o japonês passava por um jardim, parou para apreciar uma flor shibazakura. Foi, então, que teve a ideia de plantar um jardim dessas flores para a esposa. "Se Yasuko não podia enxergar, ao menos teria a alegria do cheiro e do toque das flores. Além disso, elas atrairiam muitas pessoas para vê-las, o que traria de volta o sorriso no rosto de minha esposa", diz Toshiyuki Kuroki ao portal de notícias.

Após dois anos de intenso trabalho de jardinagem, o japonês conseguiu criar um verdadeiro "mar" de flores em tons de rosa, que atraem milhares de visitantes à cidade Shintomi, todos os anos. Já são mais de 10 anos da "atração turística" e da bela história de amor, que está chamando a atenção do mundo todo.

Últimas notícias

Comentários