Imagem de bebê refugiado vence prêmio máximo do fotojornalismo mundial

A dramática cena foi considerada a foto do ano pela premiação World Press Photo

por João Paulo Martins 18/02/2016 15:17

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Warren Richardson/Worldpressphoto.org/Reprodução
A foto do australiano Warren Richardson, com o bebê sírio sendo entregue a um homem por entre o arame farpado foi eleita a Foto do Ano de 2015 pela World Press Photo (foto: Warren Richardson/Worldpressphoto.org/Reprodução)
Uma ideia na cabeça e uma câmera na mão, certo? Só que, além da criatividade, é preciso muita dedicação e esforço, além, claro, de um bom assunto a ser registrado. No caso do fotógrafo australiano Warren Richardson, a cobertura da crise dos refugiados na Europa acaba de lhe render o título de Melhor Foto do Ano de 2015 pela premiação World Press Photo, considerada a mais importante da área de fotojornalismo.

Em preto e branco, granulada e extremamente dramática, a imagem vencedora traz o momento em que um bebê sírio é entregue a um homem por entre uma cerca de arame farpado na cidade de Roeszke, na Hungria, na divisa com a Sérvia. Segundo Richardson, a foto foi tirada à noite e sem o uso de flash, para não chamar a atenção das autoridades policiais. O curioso é que ele ofereceu o material a diversas agências de notícias, que não quiseram comprar.

"Eu estava no lado sérvio, onde quase não havia fiscalização, apenas um carro patrulha, que estava parado. Os refugiados podiam ter problemas no lado húngaro, caso encontrassem policiais na fronteira", explica Warren Richardson ao jornal espanhol El País.

O fotógrafo de 47 anos é autoditada e trabalha como freelancer no Leste Europeu. Ele já viveu na Ásia, nos Estados Unidos e em outras partes da Europa. Segundo adiantou ao El País, seu próximo projeto terá como foco o Círculo Polar Ártico e os efeitos da mudança climática causados pelo homem.

(com Agência Télam)

Últimas notícias

Comentários