Americana perde 64 kg e se diz orgulhosa das estrias

A ex-obesa está sendo considerada um exemplo de determinação

por João Paulo Martins 22/02/2016 12:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/conner.rensch/Reprodução
A jovem americana Conner Rensch, com 122 kg, à esquerda, e, em sua forma atual, com 58 kg, após a dieta e os exercícios. As estrias, segundo ela, representam sua conquista (foto: Facebook/conner.rensch/Reprodução)
Quando a jovem americana Conner Rensch tinha 18 anos, pesava 122 kg, e era considerada obesa. Num dia, ao se olhar no espelho, decidiu que não queria mais aquela fisionomia, que havia lhe rendido tantos anos de bullying na escola. Após consultar uma nutricionista, passou a fazer um regime sério, retirou do cardápio os alimentos processados e entrou para uma academia, para fazer musculação e kick-boxing.

"Minha mãe diz que eu amava comer e que era uma formiguinha. Eu sempre estava faminta e queria me empanturrar, pois isso me confortava. Na escola, os garotos e garotas me 'zoavam', me deixavam para trás e me chamavam de feia e gorda", conta Conner ao jornal inglês Daily Mail.

Após dois anos, a americana, natural de Nebrasca, conseguiu emagrecer nada menos que 64 kg. Seu exemplo de dedicação está chamando a atenção na internet. "A grande mudança foi emocional. Eu era minha maior 'inimiga'. Agora, aprendi a me tratar melhor", diz Conner Rensch ao jornal.

A mudança foi tão grande que ela teve coragem de vestir biquíni pela primeira vez na vida. Sua estreia em "trajes menores" se deu no concurso Beleza Mundial Fitness e Moda 2015, realizado em Toronto, no Canadá. Apesar de não ser uma atleta, nem especialista na área, a americana acabou faturando o primeiro lugar da competição. "Publicar fotos minhas na internet dava medo e nunca imaginei que estaria num concurso de biquíni. Mas, durante o processo de perda de peso, percebi que tudo que eu quisesse, poderia realizar. Foi a primeira vez que vesti um biquíni e mostrei às pessoas que estou orgulhosa do que tenho feito", comenta Conner ao Daily Mail.

Com a perda rápida de peso, ela acabou contraindo inúmeras estrias, que são bem visíveis, especialmente na região da barriga. Para quem acha que ela pensa em fazer uma cirurgia plástica para esconder as marcas do emagrecimento, está errado. Ela diz que está orgulhosa da atual aparência de seu corpo: "Sou tão orgulhosa de minhas cicatrizes e estrias. Elas contam minha história, até onde cheguei".

Agora, aos 26 anos, pesando 58 kg, a americana virou um exemplo para quem quer emagrecer, ainda mais depois que estampou a capa da revista People. A publicidade adquirida lhe rendeu mais de 63 mil seguidores no Instagram. Além desse contato com o público pelas redes sociais, Conner Rensch decidiu criar uma página, em que revela sua história e que oferece um serviço de "coaching" (ensinamento, em tradução livre) na área de fitness e alimentação saudável.

Últimas notícias

Comentários