Cães viram 'gandulas' em partida de tênis

Durante o aquecimento dos tenistas no Brasil Open de Tênis, quatro cães que aguardam adoção viraram estrelas por um dia

por João Paulo Martins 02/03/2016 11:02

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/CNN/Reprodução
Durante partida do Brasil Open de Tênis, o português Gastão Elias recebe a bola de tênis da boca da 'cãodula' Isabelle, que está aguardando adoção numa ONG (foto: YouTube/CNN/Reprodução)
Todo mundo gosta dos cães, certo? Mas, quantos escolhem adotar um animalzinho que foi abandonado, ao invés de comprar um cachorro de raça? Pensando em mudar esse triste cenário, a fabricante de rações PremieR Pet, em parceria com a ONG Associação Bem Estar Animal – Amigos da Célia, criou a campanha #cãodula, que foi posta em prática durante o torneio Brasil Open de Tênis, da ATP. Quatro cachorros que aguardam adoção (Frida, Costela, Mel e Isabelle) foram selecionados para participar de um jogo e "trabalhar" como gandulas por um dia.

"Nosso objetivo ao levar os 'cãodulas' às quadras é mostrar que os cães que aguardam por um lar em ONG's só precisam de afeto, cuidado e nutrição de alta qualidade. Não importa a origem ou idade, quando amados e alimentados corretamente podem ser maravilhosos companheiros para o homem, brincar, aprender coisas novas e realizar grandes feitos", diz Madalena Spinazzola, diretora de marketing corporativo e planejamento estratégico da PremieR Pet.

Na partida do dia 25 de fevereiro, entre o espanhol Roberto Carballes Baena e o português Gastão Elias, os quatro cães entraram na quadra de saibro do clube Pinheiros e acabaram virando estrelas. Durante o aquecimento e troca de bolas entre os tenistas, era impossível não achar graça dos "cãodulas" agindo de forma bem treinada. Apesar de que, em alguns momentos, eles não gostavam muito de entregar a bolinha.

Veja, abaixo, um vídeo que mostra alguns momentos dos fofos "gandulas":

Últimas notícias

Comentários