Será que a semente da sucupira pode curar o reumatismo?

Está circulando na internet uma crença de que o chá dessa semente possui propriedades que ajudariam no tratamento de doenças reumáticas

por Marcelo Fraga 03/03/2016 08:36

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Mercado Livre/Reprodução
As sementes da sucupira (detalhe) seriam ótimas para o tratamento das doenças reumáticas, segundo crença popular que circula na internet (foto: Mercado Livre/Reprodução)
Muitas vezes você já deve ter ouvido alguém falar que "as plantas curam". Muitos acreditam que a solução para os mais variados problemas de saúde está nos vegetais, principalmente em chás feitos a partir de folhas, flores ou sementes. A fitoterapia, por exemplo, se dedica a estudar as chamadas plantas medicinais e associá-las à cura de doenças.

A semente da sucupira – árvore muito popular no Brasil e cuja madeira é utilizada na fabricação de móveis – estaria ligada, de acordo com a sabedoria popular, à cura do reumatismo. Não é difícil encontrar, na internet, páginas que afirmam que essa semente possui propriedades anti-inflamatórias que ajudariam no tratamento das doenças reumáticas. Será que isso é verdade?

Segundo o médico Boris Cruz, presidente da Sociedade Mineira de Reumatologia, não existe estudo científico que confirme a eficácia da semente da sucupira contra o reumatismo. "Não é recomendado que as pessoas façam qualquer tratamento alternativo que não tenha valor comprovado cientificamente, como no caso da semente da sucupira", diz o especialista.

O que é o reumatismo?

O reumatologista Boris Cruz explica que o termo reumatismo está relacionado a mais de 200 doenças diferentes, sendo as mais comuns a artrite reumatoide e a artrose. Ambas, segundo o médico, atingem as articulações, causando desgastes nas cartilagens e deformidades. A artrose, por exemplo, é mais comum em idosos.

As doenças reumáticas são diagnosticadas por meio de exames e consulta médica, como explica o especialista. "A identificação do reumatismo é feita a partir de sinais clínicos que o paciente apresenta, combinados com exames de sangue e de imagem, como radiografias, ultrassom e ressonância", explica.

Causas

Segundo Boris Cruz, algumas doenças identificadas pela reumatologia possuem causas ainda desconhecidas, como é o caso do lúpus e da artrite reumatoide. "O que sabemos é que essas doenças têm origem no sistema imunológico e surgem a partir da combinação de uma predisposição genética com fatores distintos. O hábito de fumar, por exemplo, aumenta o risco de uma pessoa desenvolver a artrite reumatoide", esclarece o presidente da Sociedade Mineira de Reumatologia.

Outras doenças reumáticas, como a artrose e a osteoporose, estão ligadas ao envelhecimento, explica o médico.

Tratamento

O reumatologista afirma que, atualmente, os tratamentos à disposição para pacientes que sofrem com reumatismo são bastante eficazes e específicos para cada tipo de doença: "Os tratamentos evoluíram muito na última década. Hoje, podemos direcionar a terapia para diminuir as dores, para reduzir os efeitos da doença no organismo, ou para atuar diretamente no sistema imunológico".

Ainda de acordo com o especialista, com a evolução do tratamento das doenças reumáticas, os medicamentos do tipo corticoide – que podem causar diversos efeitos colaterais – são pouco utilizados e estão dando lugar a estratégias mais eficientes. "Em outros tempos, os pacientes precisavam conviver com limitações funcionais e deformidades causadas pelo reumatismo. Atualmente, é possível eliminar os sintomas, proporcionando qualidade de vida para essas pessoas", conclui o médico.

Últimas notícias

Comentários