Artista cria uma engenhoca musical movida a 2 mil bolinhas de gude

A incrível invenção funciona sem energia, por meio de engrenagens de madeira

por João Paulo Martins 03/03/2016 10:23

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
YouTube/Reprodução
O músico sueco Martin Molin criou uma incrível máquina musical toda em madeira, que é movida a bolinhas de gude (foto: YouTube/Reprodução)
Imagine criar uma máquina de música que é movida por nada menos que 2 mil bolinhas de gude. Essa engenhoca formidável foi produzida pelo músico sueco Martin Molin. Após 14 meses de trabalho, ele divulgou sua obra, chamada de Marble Machine (máquina de bolinhas de gude) em um vídeo no YouTube, publicado no dia 1º de março.

Com quase 3 milhões de visualizações em menos de três dias, a máquina musical criada por Molin chama a atenção por seu modo de operação. Toda feita em madeira, sem eletricidade, a Marble Machine funciona com o movimento gerado por uma grande manivela, que transfere a energia cinética para diversas engrenagens, que movimentam as bolinhas e as fazem cair, gerando os sons. O músico precisou comprar vários equipamentos específicos de uma serraria para finalizar a engenhoca.

É muito curioso ver as bolinhas de gude caindo e produzindo diferentes sons, que ajudam a dar rítmo e melodia à máquina. A Marble Machine agrega instrumentos como xilofone e guitarra, e é capaz de substituir uma "banda", já que também reproduz notas musicais de percussão e de baixo.

"Eu sempre amei a subcultura das máquinas feitas de bolinha de gude. Como aprendi a cortar engrenagens de madeira, quis construir minha própria máquina. Acho que estava assistindo a um vídeo no YouTube quando tive a ideia de usar as bolinhas de gude para criar notas musicais", diz Martin Molin, de 33 anos, ao portal americano de notícias The Huffington Post.

Assista ao funcionamento da maravilhosa engenhoca musical:


O músico sueco, que faz parte da banda Wintergatan, explica que a parte mais complicada de sua nova criação é a composição de músicas. Ele não tinha noção de como a engenhoca reproduziria as notas musicais. Então, teve de criar a melodia apresentada no vídeo, durante a construção da máquina. "Nos outros instrumentos, você é totalmente livre para fazer o que quiser. Mas, as limitações da máquina de bolinhas de gude funciona como um ponto de partida para quem é criativo", comenta Molin.

Questionado se a Marble Machine fará parte da turnê de sua banda, o artista sueco conta ao The Huffington Post que ela é muito grande, e que não passa nem pela porta do cômodo em que foi construída. "A máquina é muito grande para ser levada em viagens. No momento, não consigo fazê-la passar pela porta do lugar em que a construí, sem ter de desmontá-la. Vou construir uma caixa de música motorizada menor para levar conosco, como se fosse um quinto elemento da banda", diz Martin Molin.


(com The Huffington Post)

Últimas notícias

Comentários