Herdeira do Bradesco diz que vai doar R$ 4,5 bilhões para ajudar crianças carentes

Lia Maria Aguiar não tem filhos e vai entregar todas as ações do banco e da Bradespar para seu instituto

por João Paulo Martins 08/03/2016 15:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Tvj1.com.br/Reprodução
Lia Maria Aguiar é uma das três herdeiras do banco Bradesco, e diz que vai doar todas as suas ações para uma instituição de apoio a crianças carentes (foto: Tvj1.com.br/Reprodução)
No mundo dos bilionários, fazer doações astronômicas não é novidade. Em 2014, o americano Bill Gates, fundador da Microsoft, doou US$ 1,5 bilhão (cerca de R$ 5,6 bilhões) para instituições de caridade, por meio de sua fundação filantrópica Billl & Melinda Gates. Quem também vai praticar essa nobre atitude é a herdeira do Bradesco, Lia Maria Aguiar, de 77 anos. Ela não tem filhos e diz que vai entregar todas as suas ações do banco e da holding Bradespar, totalizando R$ 4,5 milhões, para a instituição que leva seu nome e que cuida de crianças carentes em Campos do Jordão, São Paulo.

Lia é uma das três filhas adotivas de Amador Aguiar, fundador do Banco Brasileiro de Descontos (Bradesco), falecido em 1991, aos 86 anos. "Eu queria ajudar as crianças de alguma forma. Quando vim morar aqui, éramos bem pequenos. Hoje, atendemos cerca de 400 crianças", conta a herdeira, em entrevista concedida ao colunista Bruno Astuto, da revista Época, e que foi divulgada no dia 25 de fevereiro.

Segundo a lista dos bilionários brasileiros, publicada pela revista americana Forbes, Lia se encontra na 43ª posição. Ela mora em Campos de Jordão, onde se encontra a fundação, criada há oito anos, e que será beneficiária dessa atitude benevolente da herdeira do banco que lucrou R$ 17,2 bilhões em 2015.

Últimas notícias

Comentários