Mineiros criam jogo que foi aceito pela Microsoft e estará disponível no Xbox One

Os cinco egressos da PUC Minas criaram um game de ação no estilo plataforma, chamado Wells

por Vinícius Andrade 14/03/2016 08:33

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Tower Up Studios/Wells/Reprodução
No game Wells, o jogador assume o papel de um contrabandista que deve partir em busca de vingança, numa ambientação "steampunk" (foto: Tower Up Studios/Wells/Reprodução)
A ideia inicial era apenas apresentar um bom trabalho de final de curso na faculdade, mas o resultado acabou ganhando notoriedade mundial. Cinco jovens belo-horizontinos criaram um jogo no estilo plataforma que foi aceito pela Microsoft para integrar os títulos indie (independentes) da loja do console Xbox One – tarefa nada fácil para quem acompanha o mundo dos games da nova geração. O conteúdo já está há mais de dois anos em desenvolvimento, mas vai ser lançado em 2016 para o videogame da gigante americana da tecnologia (data ainda indefinida).

O projeto fez parte do Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de cinco estudantes do curso de  jogos digitais da PUC Minas. "Inicialmente, era só um trabalho, mas, como a equipe é muito dedicada e apaixonada, foi se transformando em um jogo de muita qualidade", afirma Ramon Coelho, integrante do grupo e desenvolvedor de jogos digitais.

Os idealizadores concluíram o curso, abriram a desenvolvedora Tower Up Studios e foram premiados em importantes concursos com o game, que se chama Wells. A repercussão internacional encorajou o grupo a propor uma parceria com a empresa americana. A Microsoft disse "sim" aos "mineirinhos" e o jogo será integrado ao Xbox One. "Nossa expectativa de venda é bem grande. Nesse primeiro momento, demarcamos toda a América e a Europa", conta Ramon.

Ainda de acordo com o jovem desenvolvedor de games, o grupo fez um estudo sobre o tipo de jogo que está na moda e que teria boa aceitação pelo público. Chegou-se à conclusão de que o plataforma (estilo ficou famoso com a série Mario, da Nintendo) seria uma boa aposta.

Vale lembrar que a PUC Minas, campus São Gabriel, já possui uma parceria com a Microsoft, o que possibilita aos estudantes e professores utilizarem, sem custo, diversos softwares da empresa. Ramon admite que essa relação próxima entre a universidade e a multinacional ajudou no contato, mas, ressalta que o jogo foi aceito devido à sua qualidade.

Confira o trailer do jogo:


Sobre o game

George Wells, um renomado contrabandista, usa todas as suas habilidades para acertar as contas com os clientes que tentaram matá-lo. Basicamente, essa é a história do jogo, no formato plataforma, e de ação side-scrolling (com câmera e deslocamento laterais, geralmente da esquerda para a direita), pertencente ao subgênero clássico dos anos 1990, o "run and gun" (quando se corre atirando em qualquer direção), como os jogos Contra e Metal Slug.

O game Wells oferece um arsenal variado, com funções diversificadas para derrotar os inimigos. O protagonista combate até mesmo dependurado numa tirolesa, enfrenta robôs e chefes gigantes. O jogo também conta com fases em 3D e situações a bordo de locomotivas e motos no universo intitulado "steampunk" (subgênero da ficção científica).

O game da mineira Tower Up Studios já carrega no currículo o título de melhor jogo pelo voto popular no SBGames, em 2014 – maior congresso de jogos da América Latina – e o fato de ter sido finalista do Microsoft Imagine Cup 2015 Brasil, que é um dos mais importantes concursos de games do país.

Últimas notícias

Comentários