Jovem perde 75 kg e faz vídeo para mostrar o excesso de pele no corpo

O youtuber John David Glaude pesava mais de 163 kg e mudou drasticamente sua vida, passando a ser um atleta

por João Paulo Martins 28/03/2016 16:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Instagram/obese_to_beast/Reprodução
Quando tinha 20 anos, o americano John David Glaude decidiu fazer uma dieta drástica e mudou seu peso de 163 para 89 kg, além de iniciar as aulas de musculação (foto: Instagram/obese_to_beast/Reprodução)
Quando o americano John David Glaude tinha 20 anos, ele pesava mais de 163 kg e sofria com a chamada obesidade mórbida. Morador da cidade de El Cajon, na Califórnia, sua rotina se resumia a ir de casa para o trabalho, e do trabalho para casa. Quando não estava trabalhando, ficava sentado em frente à televisão, comendo. "Cheguei a um ponto na vida em que parecia mais um caranguejo hermitão; sozinho no meu quarto. Estava acomodado. Eu estava tão insatisfeito com isso que nem dá para explicar", diz Glaude, em entrevista ao canal de TV americano HLN.

O jovem lembra que, devido ao excesso de peso, passava por situações embaraçosas no dia a dia, como, por exemplo, o simples ato de sentar numa cadeira de restaurante. Ele ficava nervoso, pois não sabia se iria "caber" no móvel do estabelecimento.

Essa situação durou até 2013, quando ele decidiu agir. Primeiro, John Glaude revolveu cortar seus maiores vícios: fast food e refrigerante. Segundo ele, só o corte da bebida, que é muito consumida por jovens, especialmente como acompanhamento para hambúrgueres, significou a redução de nada menos que 2 mil calorias diárias. Nesse mesmo ano, após a "dieta drástica", o americano conseguiu chegar a inacreditáveis 89 kg.

Além da perda de peso, Glaude passou a fazer exercícios físicos, e sua evolução vem sendo acompanhada por internautas, por meio dos vídeos que publica em seu canal no YouTube, chamado Obese to Beast (De Obeso a Monstro, em tradução livre). Criado em 2014, o canal do jovem americano teve um momento "chave", quando ele decidiu mostrar as "marcas" da perda excessiva de gordura em seu corpo.

Os fãs pediam constantemente que o jovem tirasse a camisa, mas ele sempre fora relutante. "Era uma decisão difícil de tomar, mas, desde que criei o canal, sabia que esse seria um vídeo que teria de fazer. Não era um dilema em minha mente. Sabia que era apenas uma questão de tempo", revela John David Glaude ao canal HLN.

O vídeo com as imagens do americano exibindo as "pelancas" (excesso de pele) que restaram de sua vida de obeso, especialmente no peito, na barriga e nas coxas, passou de 224 mil visualizações e mais de 3,1 mil curtidas. Só para se ter uma ideia, após a divulgação do vídeo sem camisa, em 2015, o canal de Glaude cresceu 800%. Hoje, o Obese to Beast conta com mais de 144 mil assinantes.
YouTube/Obesetobeast/Reprodução
Em 2015, já com o peso em dia e com o corpo "sarado", John David Glaude decidiu tirar a camisa e mostrar o excesso de pele que restou de sua vida de obeso (foto: YouTube/Obesetobeast/Reprodução)

Últimas notícias

Comentários