Papa Francisco atende pedido de menina que queria vê-lo antes de ficar cega

A pequena Lizzy Myers sofre de uma doença chamada Síndrome de Usher

por João Paulo Martins 06/04/2016 12:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Flickr/L'Osservatore Romano/Reprodução
Lizzy Myers, de 5 anos, foi recebida pelo papa Francisco, no Vaticano. Esse era o sonho da menina, que queria conhecê-lo antes de ficar cega (ela sofre com a Síndrome de Usher) (foto: Flickr/L'Osservatore Romano/Reprodução)
O papa Francisco não para de surpreender as pessoas com suas atitudes benevolentes e de humildade. Desta vez, na quarta, dia 30 de março, o sumo pontífice, durante a audiência geral realizada na praça de São Pedro, no Vaticano, fez questão de receber e abençoar uma menina de 5 anos, que sofre com uma doença genética que a está deixando cega.

A americana Elizaberth "Lizzy" Myers, que é vítima da Síndrome de Usher, distúrbio genético que causa cegueira e surdez congênitas, apesar da pouca idade, tinha um desejo em sua vida: queria encontrar o papa, antes de perder totalmente a visão. "Seu desejo era poder, ao menos uma vez em sua vida, ver o santo padre", diz o pai da garota, em entrevista à agência de notícias argentina Télam. Ele conta que a filha não tem muita noção do problema congênito, e que a expectativa é que perca totalmente a visão até os 13 anos.

O desejo da pequena Lizzy comoveu sua cidade natal, Columbus, que fica no estado de Ohio (EUA). Os moradores conseguiram angariar dinheiro para comprar as passagens aéreas de ida e volta para a Itália. Juntamente com esse ato solidário, a associação católica Unitalsi proporcionou hospedagem gratuita, no Vaticano, para Lizzy, seus pais e a irmã mais nova.

Últimas notícias

Comentários