Restaurante chinês demite robôs, por não serem 'aptos' para o trabalho

Segundo o proprietário do estabelecimento, as máquinas não conseguiram substituir as funções dos humanos

por João Paulo Martins 07/04/2016 10:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sina.com/Reprodução
Segundo o dono do restaurante Heweilai, os robôs, apesar de atraírem o público, não conseguiam realizar as funções adequadamente e davam muito problema técnico (foto: Sina.com/Reprodução)
Que o uso de robôs nas diversas áreas é cada vez mais comum, isso ninguém duvida. As montadoras de automóveis, por exemplo, são muito dependentes dessa força de trabalho automatizada. Porém, na contramão do avanço tecnológico, um restaurante que fica na província de Guangzhou, na região sudeste da China, acaba de "demitir" todos os seus garçons robôs.

Apesar da mão de obra biônica ter atraído muitos clientes para o restaurante Heweilai, em 2015, ano em que passou a ser utilizada, segundo o proprietário do estabelecimento, em entrevista ao jornal chinês Workers Daily, a falta de habilidade das máquinas para executar certas funções foi crucial para a decisão de "demití-los". Os robôs não conseguiam servir sopas corretamente e sempre apresentavam problemas técnicos. Alguns consumidores tamém chegaram a reclamar que os "garçons biônicos" não sabiam quando parar de servir chá ou água, derramando todo o líquido sobre a mesa.

Como mostra Zhang Yun, professor na Universidade de Tecnologia de Guangdong, na China, em entrevista ao Workers Daily, os robôs são amplamente usados na indústria e deverão se tornar cada vez mais comuns nas funções que demandam trabalho repetitivo. Porém, ainda de acordo com o especialista, será preciso desenvolver máquinas mais aprimoradas para realizar tarefas humanas que exigem precisão e criatividade.

Últimas notícias

Comentários