Aplicativo lista as cachoeiras da Estrada Real

Empreendedores mineiros criaram o programa para ajudar os turistas no famoso caminho histórico

por Encontro Digital 03/05/2016 15:35

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Google Play/Reprodução
Aplicativo Cachoeiras Estrada Real permite aos turistas conhecerem as belezas naturais dos famosos caminhos históricos que passam por Minas Gerais (foto: Google Play/Reprodução)
Os empreendedores mineiros Pedro Henrique Mendonça e Rafael Ciprian, que estão à frente da startup Ecoguias, criaram o aplicativo Cachoeiras Estrada Real, para tablets e celulares, que pretende ser um grande aliado para aventureiros e pessoas em busca das cachoeiras ao longo da Estrada Real.

O caminho por onde a coroa portuguesa escoava as riquezas minerais extraídas de solo mineiro, no período colonial, transformou-se em um dos principais roteiros turísticos do estado e do país. Entre as belezas naturais que se descortinam ao longo dos 1,4 mil km dos quatro caminhos (o Velho, de Ouro Preto a Paraty; o Novo, de Ouro Preto ao Rio de Janeiro; o dos Diamantes, de Diamantina a Ouro Preto; e o Sabarabuçu, entre Glaura e Cocais), as cachoeiras formam uma atração à parte. Tem para todos os gostos, às centenas, mas muitas são desconhecidas e outras, inacessíveis para a maioria das pessoas.

Mendonça e Ciprian tiveram a ideia de criar o aplicativo ao perceberem as dificuldades dos turistas em encontrar as tão requisitadas quedas d'água. Os dois, à época, trabalhavam com ecoturismo na histórica Tiradentes, na região central de Minas. "Os turistas nos perguntavam e fazíamos mapas à mão, que não ajudavam muito, pois eles acabavam se perdendo", explica Pedro Henrique Mendonça. Veio daí, então, a criação do guia digital das cachoeiras.

O aplicativo, disponível para os sistemas Android e iOS, mapeia 180 cachoeiras e cascatas de 21 municípios "estradarrealenses", com informações úteis como, por exemplo, nível de dificuldades nas trilhas, tempo médio de caminhada e altimetria. Hospedagem, restaurantes e atrativos gerais nas cidades próximas ao local também podem ser pesquisados.

Para facilitar ainda mais as coisas, é possível baixar o trajeto no celular e acessá-lo depois, sem estar conectado à internet, apenas utilizando o GPS do aparelho.

(com Agência Sebrae de Notícias)

Últimas notícias

Comentários