Encontrados supostos destroços do voo MH370 na costa da África do Sul

Governo malaio acredita que sejam mesmo do avião 'desaparecido' da Malaysia Airlines

por João Paulo Martins 12/05/2016 09:16

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Chinadaily.com.cn/Reprodução
Segundo o governo da Malásia, é quase certo que as peças encontradas na África do Sul e nas Ilhas Maurício pertencem ao voo MH370 da Malaysia Airline,s desaparecido em 2014 (foto: Chinadaily.com.cn/Reprodução)
Nesta quinta, dia 12 de maio, o Ministro dos Transportes da Malásia anunciou que os destroços encontrados na costa da África do Sul e nas Ilhas Maurício, ambas regiões banhadas pelo oceano Índico, são quase com certeza do avião Boeing 777 pertencente à companhia aérea Malaysia Airlines. Ele desapareceu dos radares em março de 2014, com 239 pessoas a bordo, quando se dirigia de Kuala Lumpur, capital malaia, a Pequim, na China.

De acordo com o ministro Liow Tiong Lai, em nota enviada à imprensa, as duas peças "são quase certamente do MH370". Elas já teriam sido avaliadas por uma equipe de investigadores de acidentes aéreos da Austrália. Os peritos confirmaram que o material resgatado das praias pertence a um avião do modelo Boeing 777.

"A análise completa realizada em março pelos peritos confirmou que os destroços encontrados em Moçambique pertencem, com quase toda a certeza, ao MH370", acrescenta o ministro malaio, na mesma nota.

Esses novos destroços de avião se juntam a um outro encontrado em julho de 2015 na ilha francesa da Reunião, que fica próxima a Madagascar, e que já teria sido associado ao voo MH370. Vale lembrar que 40 minutos após deixar Kuala Lumpur, os sistemas de navegação e comunicação do avião forma desligados, deixando no ar o mistério de seu desaparecimento.

Últimas notícias

Comentários