Laboratório encontra DNA de gente e de rato em hambúrgueres nos EUA

Empresa fez uma investigação molecular em mais de 200 sanduíches

por João Paulo Martins 13/05/2016 16:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Pixabay
Pense duas vezes antes de consumir hambúrguer, ao viajar par a Califórnia, nos Estados Unidos (foto: Pixabay)
A empresa americana Clear Labs, laboratório especializado na análise de alimentos, fez um estudo minucioso em 258 hambúrgueres de 79 lanchonetes diferentes, localizadas no estado da Califórnia, nos Estados Unidos. Entre os problemas apontados pelo relatório do laboratório, chama a atenção a descoberta de DNA de rato e de gente em várias amostras de alimentos.

Além de terem encontrado DNA, os pesquisadores que fizeram a análise molecular descobriram violações nutricionais sérias, especialmente entre as informações presentes nos  menus e o que realmente foi encontrado nos sanduíches. Segundo o Clear Labs, em 6% das amostras havia a substituição de ingredientes dos produtos.

Já em 4,3% dos hambúrgueres foram achados microorganismos tóxicos. Em um deles, em que a carne era supostamente de boi, foram achados DNA de porco e de peru. Em outros dois, também considerados 100% de boi, os pesquisadores encontraram DNA de frango.

Até os vegetarianos estão sendo enganados pelas lanchonetes, segundo a empresa de testes. Em 15% dos pratos considerados vegetarianos faltavam ingredientes que constavam no menu e, em dois deles, os especialistas acharam indícios de carne. Curiosamente, um hambúrguer que era feito de feijão preto não possuía nenhum traço de feijão.

A Clear Labs esclarece, em nota à imprensa, que a presença de DNA humano em hambúrgueres não deve gerar alarde, já que a contaminação pode ser resultado da manipulação do sanduíche sem o uso de luvas. Porém, a empresa não soube explicar a presença de DNA de rato, nem as demais incoerências encontradas.

(com Agência Sputnik)

Últimas notícias

Comentários