Estudante solta 'pum' em sala da aula e recebe ocorrência da escola

'Comunicamos, constrangidos, que o aluno, durante a aula de Língua Portuguesa, soltou um pum, com direito a mal [sic] odor', informa o comunicado

por Mariana Fernandes - Correio Braziliense 20/05/2016 11:14

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Twitter/legado_da_copa_/Reprodução
(foto: Twitter/legado_da_copa_/Reprodução)
Pais e professores costumam se comunicar por meio de recados afixados em cadernos e agendas dos alunos, mas um bilhete, em especial, caiu nas redes sociais. "Comunicamos, constrangidos, que o aluno, durante a aula de Língua Portuguesa, soltou um 'pum', com direito a mal [sic] odor", informa uma reclamação vinda da coordenação do Colégio Palas, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O comunicado foi enviado aos pais de um aluno de 15 anos e dizia também que o fedor teria prejudicado o andamento da aula. "Contamos que tal fato não volte a ocorrer". Na ocasião, o 'pum' teria desconcentrado os alunos e o professor.

Segundo Ivo Gerscovich, professor e diretor da unidade, o procedimento é padrão e não causou constrangimento para o aluno. "Isso ficou entre o aluno e os responsáveis. Um ato como esse não é publicamente normal no Brasil, por isso comunicamos os pais. Considero um assunto pequeno, foi tratado unicamente entre os envolvidos", afirma Gerscovich.

Ainda segundo o diretor, o colégio vai averiguar os fatos em detalhes e conversar com os presentes na ocasião para determinar qual tipo de abordagem deve ser feita, caso outros casos como este ocorram. Ivo diz ainda, que, se houve algum constrangimento, foi a partir do momento em que a imagem foi exposta publicamente, mas que isso já não é responsabilidade da escola. Segundo ele, o aluno e os pais não relataram que se sentiram ofendidos por causa do bilhete.

Últimas notícias

Comentários