Empresa coreana cria picolé para combater a ressaca

A ideia levou em conta o elevado consumo de álcool na Coreia do Sul

por João Paulo Martins 24/05/2016 12:11

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Instagram/eunbee_style/Reprodução
O picolé coreano Gyeondyo tem sabor de toranja e promete ajudar a reduzir os efeitos da ressaca, para quem não deixa de beber mesmo nos dias de semana (foto: Instagram/eunbee_style/Reprodução)
Quando você combina um happy hour com os amigos durante a semana, uma das consequências da "bebedeira" é a dificuldade para se acordar cedo no dia seguinte e também para se manter ativo no trabalho, certo? Pensando nisso, uma rede de lojas de conveniência da Coreia do Sul passou a comercializar, na sexta, dia 20 de maio, um picolé destinado a combater os sintomas da "temida" ressaca.

Chamado de Gyeondyo, que em tradução livre seria "aguente firme", o sorvete é o primeiro do mercado a ter ingredientes que ajudam a diminuir os efeitos do consumo de álcool. O produto é apresentado no sabor grapefruit (toranja) e é composto por 0.7% de suco de uva japonesa (Hovenia dulcis), que é usada há séculos na Medicina tradicional coreana como "remédio" para auxiliar na recuperação da ressaca. Além disso, a eficácia da fruta exótica foi comprovada num estudo publicado em 2012 no periódico científico Journal of Neuroscience, que verificou a redução dos sintomas de intoxicação em camundongos que consumiram uva japonesa.

Segundo a rede de lojas Withme FS, em comunicado à imprensa, o nome do picolé "expressa a dificuldade dos funcionários de aguentarem o 'batente' no dia seguinte a uma 'bebedeira', bem como serve de conforto para aqueles que trabalham cedo após terem noites 'regadas' a bebidas".

Vale lembrar que o hábito de beber em dias de semana é muito comum entre os trabalhadores da Coreia do Sul. Para se ter uma ideia, o mercado de produtos voltados para a "cura" da ressaca – de pílulas e cervejas a cosméticos – gera uma receita anual na ordem de US$ 126 milhões (R$ 447 milhões). A "paixão" por bebidas dos coreanos também foi confirmada pela organização Mundial de Saúde que, em relatório de 2014, revelou que eles consomem cerca de 12,3 litros de álcool por ano. Esse é considerado o maior índice entre os países da Ásia.

(com Agência Reuters)

Últimas notícias

Comentários