Mão 'alienígena' é descoberta no Peru

O estranho achado possui apenas três dedos longos e mede incríveis 33 cm

por João Paulo Martins 04/01/2017 17:47

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Disclose.tv/Reprodução
Uma mão mumificada, com apenas três longos dedos, de aparência alienígena, foi encontrada num deserto do peru em janeiro de 2016 (foto: Disclose.tv/Reprodução)
Em dezembro do ano passado, uma série de fotos de uma suposta "mão alienígena" foram divulgadas na internet e logo causaram alvoroço entre os internautas, especialmente aqueles que gostam de assuntos ligados à ufologia. A estranha descoberta teria sido feita num deserto do sul do Peru, em janeiro de 2016, e vem sendo divulgada por um peruano intitulado Luis Quispe, e que é conhecido pelo apelido Krawix.

Infelizmente, Quispe não deu maiores informações sobre o local em que foi descoberta essa mão, que possui 33 cm e apenas três longos dedos. Segundo o peruano, em vídeo divulgado no YouTube, no dia 22 de dezembro, somente após a análise do DNA da peça e da comprovação, ou não, de sua origem alienígena, é que tornará pública toda informação que dispõe sobre o achado arqueológico, mas em forma de documentário.

Luis Quispe revela apenas que a mão de aparência extraterrestre foi achada no deserto, numa estrutura similar a uma caverna e que era protegida por uma grande porta de pedra. Dentro desse local havia dois sarcófagos. Neles foram encontrados a mão bizarra, um esqueleto de um humanoide em miniatura e uma pequena caveira. Todos os três objetos estranhos estão ressecados e cobertos com uma espécie de argila.
Disclose.tv/Reprodução
Incrustados nos ossos da "mão alienígena" existem dois anéis metálicos (foto: Disclose.tv/Reprodução)

O peruano contou com a ajuda do médico Edson Salazar Vivanco, que trabalha no hospital Antonio Lorena, em Cusco, para analisar a "mão alienígena". Por enquanto, foram feitas apenas radiografias desse estranho objeto. Mesmo assim, o especialista foi capaz de reconhecer que é bem similar à mão humana, com presença de falanges (possui seis, ao contrário de nós, que temos três), articulações e até das unhas nas extremidades dos longos dedos.

O material está mumificado naturalmente, de acordo com Vivanco, devido às condições desérticas do lugar em que foi encontrado. Mas, o que intriga o médico é a presença de ao menos dois "anéis" metálicos presos aos ossos da mão, e que não foram corroídos pelo tempo. Ele acredita que é muito importante analisar também a composição desses metais para se ter ideia da origem do "ser".
Disclose.tv/Reprodução
O médico que analisou a mão garante que ela possui todas as estruturas presentes nos membros dos seres humanos, incluindo unhas, falanges e articulações (foto: Disclose.tv/Reprodução)

A análise feita por Edson Salazar Vivanco também descartou a possibilidade de a mão ser uma fraude, ou seja, feita de algum material diferente do que se encontra no ser humano. Uma prova disso, de acordo com o especialista, são as porosidades presentes na peça, que comprovariam a existência de ossos.

Graças às primeiras análises do objeto, chegou-se à conclusão que ele deve pertencer a um "ser vivo", possivelmente um mamífero, com altura estimada entre 2,7 e 3 m.

Luis Quispe já adiantou que, possivelmente, a mão será encaminhada à Universidade da Califórnia em Los Angeles (Ucla), nos Estados Unidos, para uma avaliação mais profunda de sua composição e, claro, para que seja analisado o DNA. O resultado deverá ser divulgado ainda em 2017.

Últimas notícias

Comentários