Assistente virtual da Amazon 'ouve' pedido de criança e faz compra por conta própria

A Alexa é ativada por voz e adquiriu uma casa de bonecas no valor de R$ 549

por João Paulo Martins 11/01/2017 13:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Amazon/Divulgação
O assistente virtual Amazon Echo é tão eficiente para entender os comandos dos humanos, que fez uma compra por conta própria nos EUA, a "pedido" de uma criança (foto: Amazon/Divulgação)
Apesar de ser uma comodidade, a tecnologia também pode gerar situações inusitadas. Um exemplo disso são os aparelhos que possuem assistentes virtuais ativados por voz. Qualquer palavra fora de hora pode acabar numa tarefa não solicitada. Isso aconteceu com uma família que mora no estado do Texas, nos Estados Unidos. Segundo matéria veiculada pelo canal de TV americano Fox News, a pequena Brooke Neitzel, de 6 anos, estava brincando com o Amazon Echo, que vem equipado com a assistente virtual Alexa, quando disse "Você pode brincar comigo de casinha e conseguir uma casa de boneca?". O software inteligente, então, gastou US$ 170 (cerca de R$ 549) com o brinquedo, no site da Amazon, e ainda comprou 2 kg de cookies.

O caso curioso aconteceu no início de janeiro deste ano. De acordo com Meghan Neltzel, mãe da Brooke, a filha admitiu que também tinha conversado com a Alexa sobre os biscoitos. Até hoje a família está consumindo os cookies adquiridos pela assistente virtual da Amazon. Em relação à casinha de bonecas, Meghan disse à Fox News que pretende doá-la para uma instituição de caridade.

O erro do equipamento não parou por aí. De acordo com a Fox News, quando a notícia da compra não autorizada foi dada por uma emissora de TV de San Diego, na Califórnia, assim que o âncora do telejornal, Jim Patton, citou "comprar casinha de bonecas", equipamentos Amazon Echo de alguns moradores da cidade também teriam sido ativados pelo som da televisão. Porém, neste caso, não se sabe se as compras foram efetivadas.

Só em novembro do ano passado, segundo informação divulgada no portal Yahoo!, forma vendidas 5 milhões de unidades do assistente Echo, que, entre as diversas comodidades que promete, é capaz de dar informações sobre clima, trânsito, notícias e fazer compras pré-definidas de ítens essenciais como sabão em pó e papel higiênico.

Segurança

O ocorrido com a família Neltzel não é uma novidade, quando se trata de softwares de reconhecimento de voz. Por exemplo, logo que o console Xbox One, da Microsoft, chegou ao mercado em 2013, gerou polêmica quando os usuários começaram a reclamar que o sistema era ativado automaticamente pelo som do aparelho de TV – inclusive por um comercial do próprio videogame.

Para evitar dor de cabeça, basta realizar uma medida de segurança simples: dentro das configurações dos aparelhos, mude o sistema de autorização de pagamento, do modo automático para o que exige senha. No Amazon Echo, por exemplo, é possível fazer essa mudança e escolher uma senha de quatro dígitos para efetivação das compras virtuais.

Últimas notícias

Comentários