Cine Humberto Mauro homenageia o grande mestre do suspense: Hitchcock

por Da redação com assessorias 29/07/2013 16:19

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

- AMIGO + AMIGOS

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Universal Pictures/Divulgação
Cena do clássico filme Os Pássaros (foto: Universal Pictures/Divulgação)
A reinauguração do tradicional espaço de cinema de BH, o Cine Humberto Mauro, será em grende estilo: com a mostra Hitchcock é o Cinema. Promovida pela Fundação Clóvis Salgado, ela traz a filmografia completa do cineasta inglês, com 54 filmes, além de exibir parte das produções televisivas apresentadas por Hitchcock entre os anos 50 e 60. O público ainda poderá conferir palestras, debates e um curso com o pesquisador de cinema Luiz Carlos Oliveira Jr, sobre a obra do mestre do suspense.

A abertura da mostra é, por si só, um evento à parte, com a exibição do primeiro filme do cineasta, O Jardim dos Prazeres (The Pleasure Garden, 1925), no Grande Teatro do Palácio das Artes, e terá a trilha sonora, de autoria do compositor britânico Daniel Patrick Cohen, executada ao vivo pela Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, sob a regência do maestro Marcelo Ramos.

"Hitchcock é o exemplo mais perfeito de um diretor que conseguiu ser um cineasta da indústria e ao mesmo tempo é tido como um dos grandes artistas da história do cinema", diz Rafael Ciccarini, gerente de cinema da Fundação Clóvis Salgado. Do cinema mudo aos sucessos de Hollywood, toda a obra do grande diretor do gênero suspense está dividida em duas fases: a britânica, que compreende o início de sua carreira, ainda no cinema mudo, e suas primeiras incursões no cinema sonoro, contando com clássicos como Chantagem e Confissão (Blackmail, 1929) e a primeira versão de O Homem que Sabia Demais (The Man Who Knew Too Much, 1934), trabalho que seria refilmado pelo próprio Hitchcock em 1956; e a fase americana, que conta com seus principais sucessos, já em Hollywood, como Festim Diabólico (Rope, 1948), Os Pássaros (The Birds, 1963), Janela Indiscreta (Rear Window, 1954) e Psicose (Psycho, 1960), que o consagraram como um dos maiores cineastas da história.

Clique para ver a programação completa:






Confira as sinopses dos filmes da mostra:






Onde:
Cine Humberto Mauro (Palácio das Artes)
Endereço: av. Afonso Pena 1.537, Centro, Belo Horizonte
Data: de 31/7 a 5/9
Entrada gratuita (para a sessão de abertura - 31/7: R$ 10 (inteira) e R$5 - na bilheteria do Palácio das Artes e Ingresso.com)
Informações: (31) 3236-7400

Últimas notícias

Comentários